A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Agosto de 2018

09/05/2016 12:01

Número de incêndios em vegetação já está 18% maior este ano na Capital

Viviane Oliveira
Incêndio registrado na semana passada em terreno próximo ao presídio de Segurança Máxima, Jardim Noroeste. (Foto: Fernando Antunes) Incêndio registrado na semana passada em terreno próximo ao presídio de Segurança Máxima, Jardim Noroeste. (Foto: Fernando Antunes)

O número de incêndio em vegetação, que engloba fogo em terreno baldio e em área rural, aumentou 18% nos primeiros cinco meses de 2016, na comparação com o mesmo período do ano passado. De janeiro até maio, foram contabilizados 186 casos e, em 2015 foram 158. O tempo seco, nesta época do ano, favorece para o aumento de queimadas.

Em área urbana, os incêndios são ocasionadas pelo fogo colocado para limpeza de terrenos, queima de lixo e fogueiras. Nas rodovias, as bitucas de cigarro, que são lançadas pelas janelas de veículos, são as principais causas.

Somente neste mês, do 1º até agora, foram contabilizados 23 casos de incêndio em vegetação. Os dados disponibilizados pelo Corpo de Bombeiros são de Campo Grande e região. Em todo ano de 2015, foram 700 casos.

Hoje, por exemplo, já foram registrados três incêndios em terrenos, sendo um na Vila Neuza, na Rua Teobaldo Kafer; no Bairro Cerejeira, na Rua Manoel José Lopes e Vila Eliane, na Rua Alfredo Aurélio da Costa.

O mês começou com umidade relativa do ar baixa, mas esta semana deve ser chuvosa, em Campo Grande, o que deve aumentar a umidade e diminuir a temperatura.

Conforme a meteorologista do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) Helena Turon Balbino, a chuva na Capital começa amanhã e vai até quinta-feira. “Na sexta, o tempo deve permanecer parcialmente nublado e sem chuva. No fim de semana, o sol volta a aparecer e a temperatura aumenta”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions