A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

20/03/2018 11:29

Obras são retomadas pelo Exército na região da Brilhante

Chuvas teriam interrompido atividades na região do corredor sudoeste e dificultavam retorno das equipes

Liniker Ribeiro
Equipes trabalhando antes da interrupção das obras (Foto: André Bittar/Arquivo)Equipes trabalhando antes da interrupção das obras (Foto: André Bittar/Arquivo)

Equipes do Exército retomaram as obras de drenagem e recapeamento da região do corredor sudoeste, na rua Brilhante e José Paes de Farias, paradas desde dezembro de 2017, segundo divulgou a prefeitura de Campo Grande, na manhã de hoje (20). O serviço havia sido interrompido por conta do volume de chuva que caiu na Capital nos primeiros meses do ano.

Na época, de acordo com a assessoria do Exército, as obras tiveram de ser paralisadas por conta do solo úmido na região, o que impedia a realização das atividades. Segundo a prefeitura, as atividades estão sendo retomadas em duas frentes, sendo uma delas a continuidade da tubulação na Rua José Paes de Faria, a partir do cruzamento com a rua Espanha, e a outra na Brilhante.

Na semana que vem também serão abertas bocas de lobo nos trechos já recapeados da Brilhante e Guia Lopes. Serão implantados ainda 943 metros de drenagem, sendo 434 metros metros na rua Hermenegildo Pereira, que captará a água da chuva que acumula na Brilhante e escoa-la até o Rio Anhandui.

Também estão previstas obras na avenida Bandeirantes, onde está programada a implantação de 62 metros de dutos, e no cruzamento das ruas Hermenegildo Pereira e Brilhante, que receberá 262 metros de tubulação. A drenagem também vai atravessar a Rua Gabriel Cubel, numa extensão de 275 metros até chegar a Bandeirantes, onde está planejado mais 96 quilômetros de rede.

A expectativa da prefeitura é de que os militares concluam até o final do ano o recapeamento do trecho iniciado em fevereiro do ano passado, abrangendo as ruas Guia Lopes e Brilhante. O trecho está estimado em R$ 6,5 milhões, envolvendo a implantação de drenagem também em vias adjacentes e corredor de transporte público com pavimento mais resistente.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions