A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 21 de Setembro de 2017

15/08/2017 21:59

PMs e guardas civis vão passar por capacitação para combater transfobia

Nyelder Rodrigues

Policiais militares e guardas civis municipais de Campo Grande vão passar por capacitação para combater e atuar em casos de transfobia na Capital. A ação é realizada pelas corporações em parceria com a Subsecretaria de Defesa dos Direitos Humanos e com a Coordenadoria Municipal de Políticas e Assuntos de Diversidade Sexual.

O projeto, chamado "Blitz Cidadã: Educando com Cidadania através dos Direitos Humanos", visa promover os direitos humanos e a cidadania da população de travestis e transexuais em situação de prostituição nas ruas de Campo Grande.

Durante a capacitação, serão levadas informações sobre direitos e deveres das travestis e transexuais. Depois, os ensinamentos serão repassados pelos agentes de segurança pública nas blitze cidadãs realizadas.

As ações serão ostensivas e preventivas, com militares e guardas civis, além de repassando informações, também fazendo a repressão a crimes em geral e transfobia nos locais de blitz.

Coordenadora municipal de Políticas e Assuntos de Diversidade Sexual, Cris Stefanny revela que um estudo da Antra (Associação Nacional de Travestis e Transexuais) apontou que apenas 1% das travestis e transexuais conseguem entrar no mercado formal de trabalho.

"Ainda que elas queiram arranjar um emprego com rotina, horário de trabalho e carteira assinada, o preconceito fica evidente quando elas se candidatam a uma vaga, isso também em Campo Grande, daí a importância do projeto", frisa Cris.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions