A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018

18/09/2017 13:50

Polêmica envolvendo quadro aumentou em 20% visitação a Museu

Izabela Sanchez
Parte da exposição Cadafalso, que levantou polêmica e aumentou o público do Museu (Marina Pacheco)Parte da exposição Cadafalso, que levantou polêmica e aumentou o público do Museu (Marina Pacheco)

Há espaço para contemplar a arte, em Mato Grosso do Sul, em meio à rotina corrida? Até o último final de semana tudo indica que não, já que o Marco (Museu de arte contemporânea de Mato Grosso do Sul), conforme a coordenadora do museu, Lúcia Montserrat, não registra movimento expressivo. Após sexta-feira (15) no entanto, o cenário mudou. Com a polêmica criada por deputados estaduais em torno da exposição Cadafalso, da artista mineira Ropre, o local está no centro das atenções.

"O museu é muito parado, normalmente, de final de semana. Eu tenho impressão de que pessoas que nunca tinham ido, passaram a frequentar, ver com curiosidade. Eu espero que tenham refletido mesmo e que esse movimento todo tenha feito elas verem o museu com outros olhos", contou, esperançosa, a coordenadora do Marco.

O final de semana registrou público acima do normal: 148 pessoas visitaram o Marco entre sexta-feira (15) e domingo (17). À título de comparação, o primeiro final de semana em que a exposição esteve no Marco - do dia 22 ao dia 24 -, 124 pessoas foram ao museu. O aumento entre os dois períodos é de 19,35%.

"À partir da polêmica teve muito mais gente, ontem nós fechamos com muitas e muitas pessoas. A gente acabou tendo um efeito bem contrário. Foi uma divulgação enorme, muito grande", comentou Lúcia.

Domingo 'bombou' - Segundo o livro de visitas, 89 pessoas visitaram o museu no domingo, número que chegou perto do público da inauguração, no dia 19 de junho, quando 96 pessoas foram ao Marco. Há possibilidade, no entanto, que esse número seja ainda maior, conforme explicou Lúcia, já que nem todos registraram-se no livro.

Não há como saber, também, sobre o público que foi com o intuito de ver apenas a exposição de Ropre. Lúcia, agora, tem boas expectativas para a terceira temporada do Marco, que começa no próximo dia 27.

"Já foi desmontada essa exposição, mas agora no dia 27 a gente entra com a terceira temporada, e as que estão entrando são muito boas, e provavelmente vamos ter um publico maior nessa terceira temporada", concluiu.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions