A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

01/09/2011 18:32

Policial militar está entre as vítimas de colisão com carreta na BR-163

Nadyenka Castro e Viviane Oliveira

Edicarlos Pereira da Costa e outro homem morreram no acidente. Carreta invadiu pista contrária e bateu de frente com Fiat Uno onde estavam as vítimas

Dois pessoas morreram e uma acabou ferida em batida entre Uno e carreta (foto: Simão Nogueira)Dois pessoas morreram e uma acabou ferida em batida entre Uno e carreta (foto: Simão Nogueira)

O policial militar Edicarlos Pereira da Costa, 31 anos, morreu no acidente ocorrido na tarde desta quinta-feira na BR-163, saída para São Paulo, perto do distrito de Anhanduí, em Campo Grande.

Ele, um amigo que também morreu, e Rogério Paraguai Alves, 28 anos, ocupavam um Fiat Uno, de placas de Ivinhema, que foi colhido de frente pela carreta de placas de Canoas, Rio Grande do Sul, dirigida por Gilberto Ottimar Rialbert, 50 anos.

De acordo com o delegado João Reis Belo, informações repassadas a ele pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) indicam que a carreta invadiu a pista contrária ao fazer uma ultrapassagem e bateu no carro de passeio.

O Fiat Uno seguia em direção ao sul do Estado e em sua frente outras duas carretas. Estas duas deram passagem para a outra, de Canoas, que trafegava no sentido contrário e fazia ultrapassagem. Com isso, bateu de frente com o Fiat Uno.

Edicarlos e o amigo morreram no local. Um dos corpos foi arremessado do veículo e o cadáver do outro atravessou o pára-brisa traseiro, ficando somente os pés dentro do carro.

O motorista da carreta envolvida no acidente estava bastante abalado e disse que é caminhoneiro há 30 anos e nunca tinha se envolvido em acidente. Ele contou que seguia para Campo Grande e que o veículo estava com carga, mas não soube dizer do que. Ele confessou à PRF (Polícia Rodoviária Federal) que havia ingerido bebido alcoólica, fez exame de alcoolemia, o qual apontou menos do que o proibido (0,10 miligramas).

O carro de passeio ficou completamente destruído. A carreta teve danos leves e o motorista saiu ileso. No asfalto, na pista do Uno, ficaram marcas de freadas da carreta.

Rogério foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para a Santa Casa. Enquanto era socorrido declarou que ele e os amigos voltavam de São Luís, Maranhão, e seguiam para Ivinhema, onde moram.

Trânsito - O veículo de carga ficou atravessado na via. Por conta disso, a rodovia chegou a ficar completamente interditada. Depois, o trânsito foi liberado em meia pista, em alternância de sentidos, mesmo assim houve congestionamento.

O caminhoneiro Valdeniro Thesche, 56 anos, conta que há 34 anos está na profissão e que sempre que vê um acidente fica revoltado. Em relação a este, conforme ele, a revolta é maior “porque dá para ver pelas marcas no asfalto que quem provocou o acidente foi a carreta”.

Terminal rodoviário de Campo Grande oferece cartões de Natal gratuitos
A rodoviária de Campo Grande, mais um ano, oferece gratuitamente cartões de Natal gratuitamente para os passageiros que passarem pelo local até o pró...
Universidade do MS recebe certificação de excelência em gestão
Será recebida pela UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) em solenidade que acontece na próxima segunda-feira (18) o certificado de excelência em ges...
Águas Guariroba continua com campanha de renegociação de dívidas
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...


Esse acidente teve erros dos dois lados, pois se prestar a atenção nas freadas da carreta,
dava para o uno jogar no acostamento, o motorista do uno nao é novo na estrada, dava para ele tirar paraq o acostamentos
Mas ele aparovorou, eu trabalho na mesma empresa do motorista da carreta, ele me falou a verdade.
Então presten atenção antes de falar mal das pessoas;.

 
Pedro Ferreira em 03/09/2011 08:30:32
só quem usa a rodovia constantemente vê as barbaridades que estes motoristas de carreta causa na rodovia, já que o problema de todos é educação que neste paiz e uma vergonha, o governo poderia pelo menos amenizar a dor de outras familias que ainda vão infelizmente perder seus entes queridos nestas rodovias mal sinalizada mal fiscalizada esta rodovia tem muito fluxo de carreta que não deixa um centavo dentro do estado pois maioria são de outros estados e só passam por aqui deixando poluição e dor para as familias (pedagio para melhorar a rodovia.)
 
juraci s. brasil em 03/09/2011 05:14:54
Esses caminhoneiros acham que pode fazer o que eles bem entendem nas rodovias, agora fica ai duas familias sem os seu entes querido...
temos que levar a diante essa tragédia para ver até onde o governo vai deixar aquela rodovia daquele jeito, com tantos acidentes... cade a iniciativa do governo em duplicar essas rodovias...

Além da duplicação das rodovias tem que ter mais policiais rodoviarios para verificarem essas imprudencias...
 
Carmen Lima em 02/09/2011 12:46:59
Estamos perdendo o respeito pela vida, pelo outro e por nós mesmos. Que o Grande Arquiteto do Universo tenha misericórdia das nossas ações terrenas., Duplicação não será sómente a solução, faltará conscientização.
 
Sebastião Octávio RAYOL em 02/09/2011 11:23:24
Apenas Rogério voltava de São Luis, foi pégo pelo amigo no aereporto da cidade por volta das 13:25 Hr's, pararam para almocar e na sequencia iam para seu destino na cidade de Ivinhema.
Sinto pelos q morreram e q DEUS conforte seus familiares, mas vc q lhes foi polpada a vida desejo uma abencoada recoperacão Rogério...
almejo q todos nós motoristas tenhamos amor em nossas vidas e dos outros tbm, e q os imprudentes se concientizem e paguem pelos seus erros cometidos; Espero q as autoridades tomem providencia na 163 seja duplicando ou o q for para q não continue causando dor a tantas familias!!!
obs:estive com Rogerio no voo SLZ/CGR
 
Douglas L. Julião em 02/09/2011 11:08:14
Nao Adianta duplicar as pistas se nao houver consientisazao dos motoristas ....... ISSO FOI PURA IMPRUDENCIA .....
 
Marcio Gomes em 02/09/2011 10:49:49
as vezes não podemos so culpar camioneiros, carros pequenos fazem muito mais erros nas rodovias do que eles. Sou motorista e vivo na BR 163, até hoje presencio muitas pessoas que cavam seu proprio buraco no cemiterio!
 
gustavo ximenes em 02/09/2011 10:26:51
Eu também tenho a mesma opinião, duplicar sim melhora o transito, porém que resolve é mais inteligência e respeito ao que se aprende quando vamos tirar habilitação, isso não vemos tanto nas rodovias quanto nas cidades, falta educação e bom senso por parte da grande maioria dos caminhoneiros Brasil afora!!!!
 
Oswaldo Benites em 02/09/2011 09:02:57
Quem anda pelas rodovias do estado está acostumado a ver motoristas de caminhões fazendo o que querem como se fossem os donos da estrada, são maus profissionais que ficam a vontade uma vez que a fiscalização é falha.
 
Marco Stuani de Campo Grande - MS em 02/09/2011 07:41:54
ahhh, nossas estradas, nossas estradas...
 
sandra lima em 02/09/2011 06:57:14
O Próprio nome diz tudo...ACIDENTE...mas vale a pena lembrar dos cuidados e das responsabilidades com o Trânsito.... pois muitas vezes pessoas INOCENTES acabam pagando com a Vida....Olha a tragédia que foi...Meu Deus...é muito doloroso para uma família....
 
Michelli Marchioretto em 02/09/2011 02:41:13
O governo tem de duplicar a rodovia e construir uma mureta de concreto dividindo as pistas, só assim para nunca mais ver noticia de carros batendo de frente.
 
Paulo Hood em 01/09/2011 11:54:33
Duplicar rodovias ajuda, mas o que realmente precisa é motoristas ter mais prudência e censo humanitário, respeito pelo seu semelhante, de nada adianta duplicar ou triplicar rodovias se não houver conciência e respeito pelas normas de transito. Rodovias melhores ajuda a fluir mais o transito, mais para quem não tem prudência é ai que aumenta o seu ritimo de loucura
 
porfirio vilela em 01/09/2011 11:03:18
eu estava parada neste congestionamento
e ficamos mais de 1 hora na pista,infelizmente pelo motivo muito triste,mais fazer o que neh se essa rodovia não fosse tão famosa como é, poderia se dizer que estavamos parado por prazer e não dor dor alheia!,pq eu voltei pra casa inleza!!.. é os do acidentes?voltarão???
 
SINARA DE OLIVEIRA ROMEIRO em 01/09/2011 10:58:23
Era só o que faltava, todo e qualquer acidente é culpa do governo por que não duplicou estradas e coisa e tal, pois bem aqui em nossa cidade o que temos pra falar do transito???? nada pois ta tudo muito bem, mais os acidentes continuam sendo culpa do governo... "poxa temos que para de por a culpa no governo e quem sabe fazer nossa parte", pois imprudencia na direção não é culpa do governo ou é? Acho que o duplicação da BR-163 é sim uma necessidade, mais dai por a culpa dos acidentes no governo, isso sim é imprudencia...
 
Francisco Arguelho em 01/09/2011 10:13:03
Quando o governo tomará a iniciativa e duplicar esta rodovia? Acontecem constantemente acidentes nesse trecho. não adianta colocar três pista, uma rodovia como essa, com fluxo enorme de caminhões. Não só provocando acidentes como atrasando o desenvolvimento do estado. Quantos ainda vão pagar por rodovias mal feitas? O descaso é tão grande, concluo então que a vida do cidadão brasileiro não vale nada.
 
Cleia Calixto em 01/09/2011 09:25:51
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions