A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

14/05/2016 11:24

População pode registrar ocorrências e denunciar crimes na Caravana da Saúde

Guilherme Henri
Estrutura da Carava da Saúde está montada no no centro de eventos Albano Franco, na Capital (Foto: Marcos Ermínio)Estrutura da Carava da Saúde está montada no no centro de eventos Albano Franco, na Capital (Foto: Marcos Ermínio)

A Polícia Civil também está presente na Caravana da Saúde, e com uma equipe de 20 policiais e dois delegados está registrando ocorrências e recebendo informações e denuncias da população sobre crimes na Capital. O atendimento vai das 8 às 18 horas, todos os dias da Caravana da Saúde que está montada no centro de eventos Albano Franco.

Além de registrarem todo tipo de ocorrência, como por exemplo, roubos, violência doméstica e lesão corporal, os policiais estão orientando os usuários quanto a seus direitos. “É uma forma de exercermos as nossas funções de polícia judiciária, investigando crimes e também promover essa integração com a comunidade”, explica o diretor do DPC (Departamento de Polícia da Capital), o delegado Pedro Espíndola.

O delegado ainda destacou a importância de registrar a ocorrência ao lembrar que por meio da queixa o crime é oficialmente comunicado e passa a ser investigado pela Polícia Civil. “Por isso é importante que as pessoas procurem as Delegacias de Pronto Atendimento Comunitário, ou o nosso estande aqui na Caravana da Saúde para registrar qualquer crime, porque é a partir desse comunicado que investigamos, identificamos e prendemos os autores”, afirma.

Serviço – Além, do stand da Polícia Civil na caravana, durante o final de semana os boletins de ocorrência podem ser feitos na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do bairro Piratininga, localizada na rua Nove de Julho, 705 no bairro Piratininga e na Depac Centro, na rua Pedro Celestino, 1.581, no Centro.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions