A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Agosto de 2018

01/03/2016 19:12

Por segurança, 4ª suspeita de torturar menino passará a noite em delegacia

Orientação foi dada pela própria Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário)

Bianca Bianchi
Mulher será levada para uma Delegacia da Polícia Civil da Capital, que não foi revelada (Foto: Alan Nantes)Mulher será levada para uma Delegacia da Polícia Civil da Capital, que não foi revelada (Foto: Alan Nantes)

Após prestar depoimento na DEPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) de Campo Grande na tarde de hoje (01) a mulher de 60 anos suspeita de participar junto com mais três pessoas da tortura de um menino de 4 anos durante rituais de magia negra foi encaminhada para uma Delegacia da Polícia Civil da Capital, onde deve passar a noite. A unidade não foi revelada por motivos de segurança.

De acordo com o delegado Paulo Sérgio Lauretto, responsável pelo caso, a orientação de não leva-la para o Instituto Penal Irma Zorzi, foi dada pela própria Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário).

A mulher será indiciada pelos crimes de tortura e associação criminosa e deve pegar pena de, pelo menos, 15 anos de reclusão.

Rejeição - Na semana passada, a tia da criança, uma mulher de 31 anos que confessou o crime, teve que ser transferida duas vezes após sofrer ameaças e resistência das detentas do Instituto Penal Irmã irma Zorzi, em Campo Grande, e do Estabelecimento Penal Feminino de Corumbá, distante 419 quilômetros de Campo Grande. Desde sexta-feira (26), ela está em uma delegacia de Corumbá.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions