A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

22/12/2011 18:45

Comércio bloqueia trecho da avenida Marquês de Pombal, em Campo Grande

Fernando da Mata

Via no bairro Tiradentes deveria continuar após a rua Marquês de Lavradio, mas está interrompida de forma irregular

Logo no início, a Marquês de Pombal é interrompida. (foto: João Garrigó)Logo no início, a Marquês de Pombal é interrompida. (foto: João Garrigó)

Uma avenida bloqueada por construções comerciais e residenciais. Essa é a situação da Marquês de Pombal, localizada no bairro Tiradentes, em Campo Grande.

Do jeito que está hoje, parece que a via começa na rua Marquês de Lavradio. Porém, é só prestar um pouco mais de atenção para perceber que a Marquês de Pombal termina três quarteirões abaixo da Marquês de Lavradio. No local onde deveria passar a via, estão construídas propriedades comerciais.

A advogada Melissa Martinelli, de 34 anos, mora no ‘prolongamento’ da avenida, localizado um quarteirão abaixo da área invadida, e disse ao Campo Grande News que é um transtorno morar ali.

“Todo mundo pensa que a Marquês de Pombal acaba lá [na rua Marquês de Lavradio]. Quando eu peço pizza, eles não acham o endereço. Aqui não chega correspondência direito”, afirmou Melissa, que reside na avenida há dois anos.

Até um mês atrás, a via em frente à casa da advogada não era asfaltada e a discussão sobre a invasão da Marquês de Pombal veio à tona novamente com as obras de pavimentação no local, pois a obra deveria continuar no trecho bloqueado pelo comércio.

“Aqui, está todo mundo com ordem de despejo, mas eles não querem sair”, garantiu Melissa, apontando para o terreno e as construções localizadas na área da avenida.

Outra moradora que apoia a abertura da avenida é a costureira Nely Ortega Perez, de 60 anos, que reside em uma das ruas que cruzam o prolongamento. “Ficaria muito melhor se abrisse a avenida, pois aqui o acesso é ruim”, disse a costureira.

Procurados pela reportagem, os proprietários dos comércios que bloqueiam a avenida não quiseram se manifestar sobre o assunto. Para prosseguir as obras de pavimentação asfáltica na avenida, a prefeitura de Campo Grande está intermediando a solução do impasse no local.

Rua que virou garagem – Outro trecho de via que foi fechado por um estabelecimento comercial fica no bairro Cidade Jardim, região leste de Campo Grande.

O trecho sem saída da rua Flamboyant, após a rua Hibiscus, foi fechado por uma concessionária de veículos com um portão e transformado em pátio.

A gerência do estabelecimento informou que obteve todas as autorizações da prefeitura para fechar a rua.

Avenida foi interrompida pela ocupação irregular no ponto A e continua após a rua Antônio Bicudo (Foto: Reprodução/Google Maps)Avenida foi interrompida pela ocupação irregular no ponto A e continua após a rua Antônio Bicudo (Foto: Reprodução/Google Maps)


Não estou entendendo o conhecimento jurídico dessa advogada,pois ela sabe da ordem do despejo e vem falar que os mesmos não querem sair. ORDEM É PARA SER CUMPRIDA E NÃO DISCUTIDA.
 
Amilton Almeida em 23/12/2011 08:41:35
É o mal de um país corrupto. Se todos fechassem as ruas que bem entendessem, queria saber por onde é que andaríamos.
 
João F. Barbosa em 22/12/2011 09:54:25
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions