A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

26/01/2018 18:23

Prefeitura da Capital recupera 60 km de vias por mês

Mesmo com orçamento apertado, intervenções acontecem em toda a cidade

Gabriel Neris
Máquinas passaram nesta semana pelo Itamaracá (Foto: Prefeitura de Campo Grande)Máquinas passaram nesta semana pelo Itamaracá (Foto: Prefeitura de Campo Grande)

A Prefeitura de Campo Grande está conseguindo recuperar, em média, 60 km de ruas, mesmo com as chuvas quase diárias. Nesta semana, as equipes estão atuando nos bairros Jardim Itamaracá, Santa Emília, Nova Campo Grande e Nova Lima. Também estão previstas intervenções no Jardim Inápolis, Noroeste e Oliveira 3.

De acordo com o secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Rudi Fiorese, a prioridade do Executivo é garantir condições de tráfego em locais considerados intransitáveis, principalmente após as chuvas. A verba destinada para atender o serviço é em torno de R$ 600 mil. A prefeitura prevê uma ação preventiva, com o cascalhamento de pelo menos 30 km durante a estiagem.

No Itamaracá – região sudeste da Capital – as equipes da prefeitura realizaram uma série de intervenções para melhorar o escoamento da enxurrada nas ruas Ana Batista Caminha, Salomão Salatiel, João Lemes de Rezende e Drª Maria de Lourdes Salomão. “A enxurrada desce com tanta força que quando chove forte, acaba interrompendo o trânsito no macroanel, diante do risco da travessia neste ponto de intersecção com o trecho final da Guaicurus”, explica o secretário.

A prefeitura explica ainda que na avenida Ana Batista Caminha e na rua João Lemes de Rezende foi feito um trabalho de drenagem superficial, com elevação do grid da pista em curva nível, para reduzir a velocidade da água. Foram abertas bacias de contenção para reter as águas pluviais e que devem ter um escoamento mais lento. Conforme a prefeitura, também está prevista a limpeza das bocas de lobo da avenida Guaicurus.

A rua 79, no bairro Nova Campo Grande – região oeste da Capital – também apresenta ponto crítico, porém o trabalho só deve ser possível após 24 horas de estiagem, para garantir a durabilidade do serviço.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions