ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SÁBADO  19    CAMPO GRANDE 15º

Capital

Prefeitura decide "reservar" oxigênio para garantir abastecimento da rede

Após reunião, empresas garantem que Capital não ficará sem o produto apesar do momento crítico da pandemia

Por Gabriela Couto | 11/06/2021 11:33
Principal insumo para garantir a vida de pacientes com covid-19 não vai faltar para campo-grandenses, de acordo com fornecedores (Foto Divulgação)
Principal insumo para garantir a vida de pacientes com covid-19 não vai faltar para campo-grandenses, de acordo com fornecedores (Foto Divulgação)

A Prefeitura da Capital abriu hoje (11) duas licitações para compra de oxigênio para abastecer as unidades de urgência e emergência e também da atenção primária de Campo Grande. A medida é resultado da reunião de urgência realizada ontem (10) entre Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) e as empresas que fornecem o produto para a Capital.

Apesar da compra emergencial para reserva de estoque, os representantes das revendedoras de cilindros de oxigênio garantiram que existe mercadoria suficiente para abastecer a cidade. Com isso ficou afastada qualquer possibilidade de se repetir a crise da falta do insumo, como ocorreu em Manaus.

O encontro entre a administração e os empresários também serviu para alinhar o atual fluxo de fornecimento do oxigênio e a capacidade operacional em caso de um agravamento ainda maior da pandemia.

Com a garantia de o abastecimento não será interrompido, a Sesau definiu se prevenir  e ampliar a contratação de oxigênio. As empresas interessadas podem participar do pregão eletrônico. A abertura das propostas será feita no dia 18 e 24 de junho. Ganha a empresa que apresentar o menor preço.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário