A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

19/06/2012 18:00

Prisão de receptador leva Polícia a assassino de professora no Coophavilla

Francisco Júnior
Corpo da vítima sendo retirado do local do crime. (Foto: Minamar Júnior)Corpo da vítima sendo retirado do local do crime. (Foto: Minamar Júnior)

A prisão de um receptador levou a Polícia a prender o assassino da professora Juliana Corraleiro da Silva. Ele será apresentado amanhã pela Derf (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos).

De acordo com a Polícia, o homem identificado apenas pelo nome de Júlio, 35 anos, na madrugada do último dia 8, arrombou a porta dos fundos da residência da vítima e subtraiu alguns objetos. Juliana estava dormindo na casa no momento da ação do bandido.

Após retirar os objetos do local, o receptador pediu que ele roubasse um televisor. Júlio retornou ao imóvel e quando subtraiu o aparelho de televisão, a professora acordou e começou a gritar. O bandido acabou desferindo vários golpes de faca no pescoço dela.

Juliana foi encontrada morta pelos vizinhos, que acionaram a Polícia.

Conforme o delegado Fábio Peró, responsável por investigar o caso, durante as investigações, os policiais chegaram até o receptador. Familiares deles indignados com sua prisão, informaram a localização do assassino, que acabou preso pelos investigadores.



Parabéns nada.
Infelizmente o elemento não tentou foragir e com isso não causou um tiroteio onde viesse à óbito.
 
Orlando Lero em 20/06/2012 08:49:31
realmente otimo trabalho....MAS QUANTO TEMPO O BUNITO FICARA DETIDO..AHHHHHHHHH UM OU DOIS ANOS....que vergonha é o preço da vida...LAMENTAVEL...
 
celia felipe em 20/06/2012 08:39:11
a delegacia de policia esta de parabens em especial a derf´pois quando estes bandidos matam e roubam eles se sentem os donos do pedaço ficam se cabando pelo crime cometido, foi uma benção a policia ter prendido esses canalhas tem que meter em cana tambem o receptador pois por causa dos receptador que esiste larão...
 
nilton da costa benites em 20/06/2012 08:07:04
JUSTIÇA SEJA FEITA! Esse marginal inconseqüente não levou apenas alguns objetos e a vida de uma pessoa. Desestruturou também toda uma família de gente honesta, trabalhadora que dignamente vivia do seu próprio suor tentando fazer através de sua profissão de professores que os futuros homens do amanhã não sigam os mesmos passos desse assassino cruel. Que pague pela justiça dos homens e de Deus!
 
Cristiane Oliveira em 20/06/2012 07:52:11
parabens para a policia da nossa capital que se dedicou a esse caso e consiguiu solucionar
 
elisa cristina de amorim silva em 19/06/2012 09:02:32
parabens a policia,e que agora eles paguem pelo que fizeram,cadeia e pouco para esses vagabundos
 
roberto lemes em 19/06/2012 06:45:40
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions