A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

28/02/2016 14:36

Projeto visa estimular gosto pela leitura através de encontros semanais

Flávia Lima

Com a proposta de estimular a leitura e a prática da escrita, a Fundação Municipal de Cultura lança, na próxima quinta-feira (3), das 14 às 16 horas, o projeto Quinta da Boa História, que será destinado ao público de todas as idades. 

Uma vez por semana, o projeto será realizado na Biblioteca Municipal e nas quatro salas de leitura da Fundac. A estreia do Quinta da Boa Leitura contará com a participação especial da educadora e contadora de história Solange Queiroz, na Biblioteca do Horto e das educadoras Rose Borges, Maria Adergi e Maria das Graças nas salas de leitura.

Através de atividades lúdicas, os profissionais irão promover aleitura de clássicos, além de incentivar a leitura, a escrita e a expressão oral. A proposta é estimular e difundir a produção literária, favorecendo o contato com textos de qualidade e buscando, principalmente, contribuir para a formação de leitores.

De acordo com o diretor-presidente da Fundac, Wilton Egar Sá a proposta tem como eixo a contação de histórias e o acesso à arte e à música, possibilitando o contato e a interpretação das obras. “Para as crianças, por exemplo, a intenção é contextualizar a realidade sob o olhar da fantasia e do lúdico. Isso será feito com contos, fábulas e lendas e a discussão de valores morais, sociais e individuais”, explicou.

Solange Queiroz é educadora e especializada em anos iniciais é autora do livro "A Melhor Escola do Mundo". Na ocasião, ela fará a doação de 200 livros de sua autoria à Bilblioteca Municipal e às Salas de Leitura.

O projeto, que  acontecerá até novembro, conta ainda com o apoio da Brinquedoteca Ninollare, do empresário Victor Eugenio, que doou 50 fantoches e o painel de Contação de Histórias para a Biblioteca Municipal.

Confiram os locais das atividades:

Biblioteca Municipal – Horto Florestal (Comunidade em geral )

Sala de Leitura da Amape – Rua Orlando Darós, 279 – Bairro Maria Aparecida Pedrossian (Alunos da escola municipal Celina Jallad)

Sala de Leitura da Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (Comunidade em geral). Avenida Afonso Pena, 377 – Bairro Amambaí

Sala de Leitura São Conrado (Grupo da Terceira idade do CRAS). Rua Coronel José Hélio, 335 – Bairro São Conrado

As escolas, instituições e pessoas interessadas em se inscrever podem ter mais informações na Divisão de Literatura da Fundac, pelo telefone 3314-3230.

Prefeitura e TJ prorrogam renegociação de dívidas ajuizadas até 3ª
O programa de refinanciamento de dívidas da Prefeitura de Campo Grande foi prorrogado até o dia 19 de dezembro, a próxima terça-feira, no Centro de C...
Homem tem corpo queimado em acidente doméstico e morre na Santa Casa
Após dois dias internado, José Loureiro da Cruz, 49 anos, morreu por volta das 6h30 desta sexta-feira (15) na Santa Casa em decorrência de acidente d...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions