A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 17 de Outubro de 2018

17/04/2012 10:25

Rapaz preso após ser desarmado por vítima já responde por morte de traficante

Francisco Júnior
Rapaz estava foragido da Colônia Penal Agrícola. (Foto: Minamar Júnior)Rapaz estava foragido da Colônia Penal Agrícola. (Foto: Minamar Júnior)

Rodrigo Castilho Neves, 27 anos, preso ontem (16) após cometer assaltos na região dos bairros Guanandi e Jóquei Clube responde pelo assassinato da traficante Maria de Fátima Florentin Tavares, 32 anos. O crime aconteceu em fevereiro de 2010.

Maria de Fátima era conhecida na região do bairro Tiradentes por comandar bocas de fumo e tinha passagens na polícia por tráfico. O corpo dela foi localizado pelos policiais no interior de um veículo Ecoesport, placas HTA 2315, que ela havia adquirido recentemente. O carro foi encontrado na Alameda Santos, uma via sem asfaltamento próxima à lagoa Itatiaia.

Rodrigo foi preso seis meses após cometer o crime, em Cassilândia. Na ocasião, Rodrigo confessou o crime e disse que matou a mulher para se vingar dela.

Na madrugada de ontem (16), o rapaz tornou a ser preso após ficar sete dias foragidos da Colônia Penal Agrícola de Campo Grande. Ao assaltar uma conveniência, acabou desarmado pela dona do local.

De acordo com a Polícia, a vítima estava fechando o local quando Rodrigo Castilho Neves chegou e pediu duas cervejas. A conta deu R$ 4. Como maneira de intimidação, ele disse para a proprietária que na cadeia a bebida era mais barata. Em seguida saiu da conveniência.

Porém, retornou e de arma na mão anunciou o assalto. Ele rendeu o marido da dona do local e pediu dinheiro. A mulher ao presenciar a abordagem, partiu para cima do ladrão. Ele tentou efetuar três disparos, antes de ser desarmado pela vítima. Após pegar o revólver, ela correu e foi para frente do estabelecimento. A Polícia foi chamada e Rodrigo acabou preso em flagrante.

Na delegacia, a vítima disse que só reagiu porque pensou que o ladrão iria atirar contra a filha dela, de 18 anos. “Na hora não pensei em nada, só pensei em pegar a arma dele”, disse a mulher.

Além da conveniência, Rodrigo ainda assaltou funcionários da empresa Eucatur e um posto de combustíveis. Com ele, a Polícia apreendeu seis aparelhos celulares e R$ 1,3 mil. A arma que ele utilizou para cometer os crimes foi apreendida e estava municiada com três projéteis.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions