ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, DOMINGO  26    CAMPO GRANDE 14º

Capital

Recém-nascido é encontrado em caixa de papelão no Aero Rancho

Bombeiros acreditam que menino tenha nascido entre a noite de terça-feira e a manhã desta quarta

Ana Paula Chuva e Ana Beatriz Rodrigues | 01/02/2023 16:17
Socorrista segura o recém-nascido no colo, após ter achado ele na caixa. (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros Militar)
Socorrista segura o recém-nascido no colo, após ter achado ele na caixa. (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros Militar)

Recém-nascido foi encontrado abandonado dentro de uma caixa de papelão na esquina das ruas Congonhas do Campo e Areia Branca, no Bairro Aero Rancho, em Campo Grande, na tarde desta quarta-feira (1°). Equipe do Corpo de Bombeiros foi chamada e acredita que o menino tenha nascido há aproximadamente 24 horas.

O bebê estava dentro da caixa com um pedaço de pano por baixo na calçada aos fundos de um galpão, que fica em frente a um terreno baldio. Ele foi encontrado por um homem que passava pelo local, ouviu o barulho de choro e pediu ajuda a um rapaz que acionou o socorro.

Segundo o rapaz, identificado como Nicolas Vilarim Fortunato Pereira, ele levou um susto ao ver o bebê chorando dentro da caixa que estava aberta. “O senhor pensou que era filhote de cachorro e me chamou umas quatro vezes para ajudar. Quando encostei vi o bebê e assustei. Ele chorava muito, aí chamei a polícia e os bombeiros”, afirmou o rapaz.

Equipe dos moto socorristas do Corpo de Bombeiros chegou primeiro e fez a limpeza do bebê que ainda estava com sangue. Os militares fizeram a primeira avaliação e retiraram o recém-nascido da caixa enrolado no tecido que estava por baixo. Em seguida, a unidade de resgate foi acionada para que o menino fosse levado para o hospital.

Ao redor da caixa também foram encontradas marcas de sangue e o cordão umbilical da criança estava ainda grande. O bebê foi levado para o Hospital Regional e equipe da DEPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) foi acionada. O caso será registrado como abandono de incapaz.

Emocionada, uma vizinha do local contou ao Campo Grande News que o marido chegou por volta das 13h e não havia nenhuma caixa no local. Segundo ela, seus filhos também estavam perto do local e não viram nada.

"Sou mãe de cinco filhos, não consigo sentir nada além de muita raiva e indignação. Como que uma mulher tem coragem de fazer isso com um serzinho que saiu dela, isso nunca vai entrar na minha cabeça. Meu marido chegou do serviço era 13h e ele comentou que não tinha nada ali. Inclusive meus filhos estavam ali perto, mas deu uma garoa rápida e logo entraram . Quando o meu menino mais velho foi sair de casa outa vez, ele disse que tinha varias pessoas e os bombeiros, ou seja foi depois das 13h que o bebê foi largado ali", afirmou Geisiane Nantes Salomão, 31 anos.

Equipe da DEPCA durante diligências na região onde bebê foi abandonado. (Foto: Henrique Kawaminami)
Equipe da DEPCA durante diligências na região onde bebê foi abandonado. (Foto: Henrique Kawaminami)

Entregar filho para adoção não é crime - Garantido por lei, abrir mão do filho também é direito da mãe que não quer ou não pode cumprir seu papel. Em 2017, a Lei 13.509/2017, chamada de “Lei da Adoção”, trouxe alterações ao Estatuto da Criança e do Adolescente e incluiu a chamada “entrega voluntária”, na qual a mãe ou gestante faz a entrega do filho ou recém-nascido para adoção por meio de um procedimento acompanhado pela Justiça.

Sancionada em novembro do ano passado, existe também uma lei estadual que obriga a divulgação de informações afixadas em lugar visível sobre como entregar um filho para adoção em todas as unidades de saúde e hospitais. No Tribunal de Justiça do Estado, desde 2011 a Vara da Infância e Juventude tem o projeto "Dar a luz", que acolhe gestantes que desejam entregar seus bebês para adoção com escuta psicológica e de assistência social, além de todo apoio legal para a entrega.

Interessados em conhecer um pouco mais sobre o projeto podem procurar a Vara da Infância, Juventude e do Idoso de Campo Grande, no Fórum. O telefone é: 3317-3548 e o endereço é Rua da Paz, 14 - Térreo, Bloco 02.

Local onde bebê foi deixado dentro de caixa de papelão. (Foto: Henrique Kawamimami)
Local onde bebê foi deixado dentro de caixa de papelão. (Foto: Henrique Kawamimami)
Nos siga no Google Notícias