A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Abril de 2019

20/12/2018 16:30

Reforma de delegacia fica até R$ 400 mil mais barata com trabalho de presos

Em visita, secretário de segurança disse que Depac Centro ficará pronta em janeiro

Guilherme Henri e Liniker Ribeiro
Detentos trabalhado na reforma de delegacia (Foto: Divulgação)Detentos trabalhado na reforma de delegacia (Foto: Divulgação)

A reforma da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitária) do Centro vai ficar até R$ 400 mil mais barata com o trabalho de detentos do projeto “Mãos que Constroem”, informou o secretário de segurança Antônio Carlos Videira, durante visita a obra na tarde desta quinta-feira (20). A precisão é de que a delegacia fique pronta em janeiro de 2019.

Segundo ele, a reforma estava orçada em R$ 600 mil, porém com o emprego dos detentos a obra deve custar cerca de R$ 170 mil, tirando o mobiliário, que será comprado por meio de licitação.

“O projeto busca justamente reduzir custos e dar celeridade a obra com qualidade e aproveitando a mão de obra dos internos habilitados. Inclusive, a maior economia é na parte hidráulica, que é a mais cara de uma obra como está”, detalhou o secretário.

Além disso, Videira destacou que com a economia é possível fazer a aquisição de equipamento, contratação de mais mão de obra, e ajuda a melhorar o atendimento.

“A Depac Centro apresenta o maior volume de atendimento, por isso é de extrema importância um ambiente que garanta bom atendimento e atendimento rápido das equipes policiais que trazem as ocorrências. Assim, você evita que uma viatura fique muito tempo parada”, diz.

Já para o delegado geral, Marcelo Vilela, “essa obra é muito importante principalmente porque é a principal delegacia do Estado onde são registrados o maior número de ocorrências. Então a ampliação melhora o trabalho e também o atendimento a população”, destaca.

Preso há 7 anos, Cláudio Luiz Anunciação da Silva, 37 anos, é contratado pela Sejusp para realizar obras em diversos locais e tem habilidade como pedreiro encanador e eletricista. Há 8 meses, faz parte do projeto e estima ser liberado ano que vem.

"Como presos, somos bastante discriminados, então serve para estar no meio da sociedade e reduzir a pena. Além disso, vai me ajudar quando sair".

Obra – A reforma contempla a readequação interna do prédio, parte elétrica e hidráulica, substituição completa do imobiliário, um novo layout, e também mudanças no cabeamento da internet. Além disso, é reformada simultaneamente a entrada para a 1ª DP (Delegacia de Polícia), anexa ao prédio.

Enquanto não fica pronta, os atendimentos continuam na 2ª DP, no Monte Castelo. Está é a segunda delegacia a ser reformada em Campo Grande. A primeira foi a 4ª DP, nas Moreninhas. Simultaneamente são reformadas a 1ª DP de Ponta Porã e a Unei (Unidade Educacional de Internação) Dom Bosco. A próxima reforma prevista é da delegacia de Bonito.

Da esq. para dirt. Delegado João Davanço, secretário Antônio Videira e assessor (Foto: Liniker Ribeiro)Da esq. para dirt. Delegado João Davanço, secretário Antônio Videira e assessor (Foto: Liniker Ribeiro)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions