ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, SÁBADO  04    CAMPO GRANDE 17º

Capital

Renais crônicos podem usar ônibus com apresentação da carteirinha

A suspensão do transporte coletivo deixou os pacientes preocupados, mas segundo a prefeitura eles poderão utilizar o serviço

Por Maressa Mendonça | 25/03/2020 18:24
Durante suspensão do transporte coletivo para evitar propagação do coronavírus, só profissionais de saúde e pacientes renais podem ter acesso ao serviço (Foto: Henrique Kawaminami)
Durante suspensão do transporte coletivo para evitar propagação do coronavírus, só profissionais de saúde e pacientes renais podem ter acesso ao serviço (Foto: Henrique Kawaminami)


Pacientes renais crônicos que utilizam ônibus para ir até as clínicas e hospitais fazer hemodiálise podem continuar usando o transporte coletivo de Campo Grande. Para isto, basta apresentar as carteirinhas ou documento pessoal. Eles estavam preocupados com a suspensão do serviço anunciada pela Prefeitura, na sexta-feira (20), para conter a epidemia do coronavírus, mas, assim como os profissionais de saúde não serão atingidos.

Em nota, a assessoria de imprensa da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública) informou que uma reunião com representantes da Abrec (Associação Beneficente Dos Renais Crônicos) foi realizada na noite de terça-feira (24) para tratar da situação. “Ficou assegurado que estes pacientes poderão utilizar os ônibus que estão em circulação de forma gratuita para manter o seu tratamento”.

A assessoria de imprensa da Abrec disse que a associação entrou em contato com as clínicas e hospitais para saber se eles tinham o levantamento dos pacientes que utilizam o transporte coletivo. As unidades fizeram o levantamento e se colocaram à disposição até para criar outra carteirinha com o objetivo de não deixar os pacientes sem o tratamento. Não há informações exatas sobre quantos pacientes renais crônicos há em Mato Grosso do Sul. A Abrec atende 650 por mês.

O levantamento feito pela Santa Casa, conforme a assessoria de imprensa, aponta que dos 80 pacientes em tratamento pelo serviço de hospital, apenas 14 fazem uso de transporte coletivo.

Eles confirmaram a informação repassada pela Sesau de que os pacientes poderiam continuar usando o transporte público. “Ficou resolvido entre a Sesau, a empresa do consórcio coletivo e o hospital que estes pacientes receberiam a carteirinha de comprovação com direito a mais um acompanhante e assim foi feito para nossos pacientes em tratamento, algumas ainda estão sendo sendo entregues, outras já foram entregues e todos estão sendo orientados para que não sejam prejudicados”, informaram.

A Sesau ressaltou que atende 91 pacientes com serviço de transporte, sendo disponibilizados nove carros e duas ambulâncias.

Em meio a este período de suspensão do transporte coletivo, os pacientes deverão ficar atentos aos novos horários dos ônibus. As consultas poderão ser realizadas por meio do site do Consórcio Guaicurus.