A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 25 de Abril de 2019

28/02/2019 10:18

Segurança integra policias e promete 2,3 mil homens nas ruas e delegacias

Sejusp garantiu que neste ano vai, finalmente, funcionar integração entre corporações

Ângela Kempfer e Ronie Cruz
Todas as forças de segurança participaram de entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira.Todas as forças de segurança participaram de entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira.

Para garantir a segurança em Campo Grande e outras 14 cidades de Mato Grosso do Sul com Carnaval forte, o efetivo nas ruas e delegacias do Estado deve somar 2.397 servidores. A operação começa amanhã e segue até a próxima quarta-feira.

Apesar do cancelamento do baile popular na Avenida Interlagos, a ser realizado pela prefeitura, o esquema na Capital continua inalterado. Só da Polícia Militar, serão cerca de 500 homens no policiamento da Capital, além de 360 bombeiros. “O folião que participaria lá, com certeza vai seguir para outros pontos da cidade”, justificou o secretário da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) Antônio Carlos Videira.

Ele garante que este ano vai funcionar, efetivamente, a integração das corporações, para evitar crimes e abusos no trânsito. Além do policiamento ostensivo, policiais à paisana devem percorrer pontos de maior aglomeração.

Polícia Civil e Perícia também terão os plantões reforçados, segundo a Sejusp, com 350 homens em todo o Estado. “A ordem é que seja agilizado o processo de registro das ocorrências, por exemplo, para que os agentes da Civil liberem logo os PM e eles voltem às ruas”, explica o secretário. No caso da Polícia Civil, o secretário citou a necessidade do trabalho do Garras, porque há "preocupação maior com agências bancárias”, vulneráveis durante os 5 dias de festa.

Batalhão de Trânsito também  terá reforço no efetivo. "Vai intensificar a fiscalização porque tem muita gente que exagera na bebida e se desloca pela cidade", lembrou Videira. 

A fiscalização nas rodovias estaduais será feita pela Polícia Rodoviária Militar, com apoio da PMA (Polícia Militar Ambiental), que auxiliará o trabalho em regiões de pesca. Na Fronteira, haverá reforço do DOF.

Segundo o secretário, no caso dos Bombeiros o trabalho começou cedo e todos os locais onde serão realizados bailes já foram vistoriados.

A Polícia Civil alerta que neste período do ano cresce o número de furtos e assaltos. A orientação é, ao viajar, avisar um vizinho de confiança e não deixar lâmpadas acessas, porque durante o dia viram chamariz para criminosos. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions