A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

20/11/2014 20:35

Seintrha vai iniciar e retomar mais de R$ 766 milhões em obras

Alan Diógenes

A Seintrha (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação) informou que vai equacionar os recursos da secretaria para que até o final do primeiro trimestre de 2015 estejam em andamento todas as obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) e o Plano de Mobilidade Urbana. Os projetos estão orçados em R$ 766 milhões e incluem obras de urbanização do Rio Anhandui, trecho entre a Rua Santa Adélia, na Vila Coophama e a Avenida Campestre, no Conjunto Aero Rancho.

O secretário Valtemir Alves de Brito juntamente com o secretário-adjunto da Seplanfic, Ivan Jorge Cordeiro e técnicos da Seintrha, se reuniu com o superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Paulo Antunes, para fazer uma avaliação do andamento das obras, elaboração dos projetos executivos e encaminhamento das licitações. “A conversa foi produtiva, serviu para reafirmar o interesse da Prefeitura em estreitar a cooperação com a Caixa Econômica Federal que é uma grande parceria do desenvolvimento de Campo Grande”, afirmou o secretário.

Alguns entraves que dependem da Prefeitura já estão equacionados. A questão das contrapartidas foi resolvida com contratação de R$ 41,9 milhões em empréstimos também junto a Caixa Econômica. As operações já foram autorizadas pela Câmara Municipal e o processo de contratação está em andamento. Deste total, R$ 8 milhões serão destinados à contrapartida das obras de urbanização dos Córregos Bálsamo, Segredo e Taquaral. Nestes projetos, o investimento previsto é de R$ 80 milhões.

No Parque Linear do Bálsamo, na etapa acima da avenida Gury Marques, as obras estão mais de 70% concluídas. A Prefeitura aguarda a Águas Guariroba providenciar a mudança de uma adutora.

A gestão municipal também vai remover as algumas famílias que serão reassentadas no Residencial José Macksoud, nas Moreninhas, com previsão de ser inaugurado ainda este mês. No trecho entre a Gury Marques e a avenida Guaicurus, perto do Museu José Antonio Pereira, parte da drenagem já foi feita, está em andamento o processo de desapropriação de alguns imóveis e também haverá reassentamento de famílias que estão em área de risco.

As obras do PAC Linear do Segredo, já foram retomadas. A empreiteira concluiu o recapeamento de algumas ruas dos bairros Estrela do Sul e Jardim Imperial, que há mais de um ano estavam interditadas com as obras de drenagem

No local onde viviam as famílias da favela Portelinha será aberto o prolongamento da Avenida Heráclito Figueiredo, que se estenderá até a rua Marquês de Herval, abrindo uma nova opção de acesso da região do bairro Nova Lima ao centro da cidade. Tambem estão previstos R$ 7,2 milhões de contrapartida do projeto da mobilidade urbana e R$ 26,7 milhões no Complexo Imbirussu/Segredo, onde estão planejadas obras de pavimentação e drenagem em bairros da região.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions