A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

26/03/2015 10:56

Sem saber de reforma, população procura atendimento na UPA da Vila Almeida

Flávia Lima
Várias pessoas foram ao posto hoje pela manhã em busca de atendimento. (Foto:Marcelo Calazans)Várias pessoas foram ao posto hoje pela manhã em busca de atendimento. (Foto:Marcelo Calazans)

Mesmo com um cartaz na fachada da unidade avisando sobre a reforma no prédio, moradores da região e pacientes que já recebem tratamento na UPA (Unidade de Proto Atendimento) da Vila Almeida foram ao local na manhã desta quinta-feira (26) em busca de atendimento.

De acordo com um dos funcionários da UPA, pelo menos 30 pessoas estiveram na unidade de saúde e tiveram que buscar atendimento em outros postos. No entanto, os casos de emergência estão sendo recebidos.

A gerente da UPA, Dirce Dominoni informou que há uma equipe de plantão composta por dois médicos à noite e um durante o dia, além de enfermeiros e técnicos de enfermagem que estão prestando atendimento normalmente.

“Estamos recebendo as pessoas que chegam por conta própria porque o Samu não está trazendo ninguém para cá”, explica. Ela ressalta que os casos em que os pacientes receberão socorro são situações como acidentes de trânsito, infartos, convulsões e paradas cardíacas.

As crianças também podem receber atendimento, mas os pais são orientados a levá-los em outras unidades já que até domingo, período em que a UPA permanecerá com atendimento restrito, não haverá pediatra.

Algumas pessoas que foram até o local nesta manhã conseguiram atendimento, como a encarregada de produção Pamela Ferreira Benitez Vicente, 27. Moradora na Vila Popular, ela conseguiu pegar o medicamento prescrito para o filho Roberto Ferreira Santos, 2, que estava internado no Hospital Regional com pneumonia.

“Ainda bem que consegui os remédios, senão teria que ir no Centro de Especialidades Médicas, que fica na Avenida Mato Grosso. Só acho que a divulgação da reforma poderia ter sido melhor”, disse.

A mesma sorte não teve o aposentado José Fernando da Silva, 65, que foi até a UPA em busca do resultado de um raio-x do joelho, feito mês passado. Apesar do contratempo, ele não reclamou de ter que retornar na segunda-feira.

“Se for para melhorar o posto, a gente espera”, afirma. A gerente explicou que a sala onde ficam guardados alguns exames está fechada devido a reforma, por isso não foi possível pegar o raio-x, no entanto outros exames que podem ser impressos estão sendo entregues, já que a sala está disponível.

Estragos da chuva

A UPA está passando por reforma para consertar estragos causados pela chuva em dezembro do ano passado. Os pacientes estão sendo encaminhados ao CRS (Centro Regional de Saúde) Aero Rancho e Coophavila.

Até a conclusão dos reparos, as equipes serão remanejadas para essas duas unidades de saúde, com o objetivo de evitar uma superlotação. As obras envolvem adequação do telhado e do forro de gesso. Os pacientes também podem procurar os outros postos existentes na Capital. Confira a lista:

UPA CEL ANTONINO
R Dr. Meireles, s/n – B. Cel. Antonino
UPA UNIVERSITÁRIO
Av. Guaicurus esquina com Av. Gury Marques

CRS TIRADENTES
Av. José Nogueira Vieira, s/n - Bairro Tiradentes

CRS GUANANDY
Av. Manoel da Costa Lima, 3272

CRS COOPHAVILA
Rua da Península, s/n – Coophavila II

CRS NOVA BAHIA
Av. Senhor do Bonfim, s/n – Nova Bahia

CRS MORENINHA
Rua Guarabú da Serra, s/n – Moreninha III

CRS AERO RANCHO
Avenida Raquel de Queiroz, s/n – Aero Rancho

HOSPITAL DA MULHER
R Guarabú da Serra, s/n – Moreninha III

Obras no telhado do posto de saúde terminam no domingo (29). (Foto:Marcelo Calazans)Obras no telhado do posto de saúde terminam no domingo (29). (Foto:Marcelo Calazans)
Mãe do pequeno Roberto, Pâmela conseguiu os medicamentos para tratar a pneumonia do filho. (Foto:Marcelo Calazans) Mãe do pequeno Roberto, Pâmela conseguiu os medicamentos para tratar a pneumonia do filho. (Foto:Marcelo Calazans)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions