ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  18    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Tão anunciado, frio não pegou ninguém desprevenido em manhã gelada

Dia começou com 8,9°C às 5h, mas a temperatura foi caindo e às 8h já marcava 5,3°C com sensação térmica de 2°C

Por Paula Maciulevicius Brasil e Cristiano Arruda | 28/07/2021 08:36
Manhã começou gelada e chuva ainda trouxe sensação de mais frio ainda. (Foto: Marcos Maluf)
Manhã começou gelada e chuva ainda trouxe sensação de mais frio ainda. (Foto: Marcos Maluf)

Dessa vez o campo-grandense não pode falar que foi pego de surpresa. O frio anunciado desde o final de semana deu às caras ontem e fez com que esta quarta-feira (28) amanhecesse gelada.

Na Capital, o dia começou com termômetros marcando 8,9°C às 5h da manhã, mas a temperatura foi caindo e agora já marca 5,3°C. A sensação térmica chegou aos 2°C, e segundo o meteorologista Natálio Abrahão, segue em declínio. No Centro de Campo Grande, todo mundo se mostrou preparado. Encapotados dos pés à cabeça, sinal de que já esperavam pelo frio.

Encapotado, frio não pegou Guilherme de surpresa. (Foto: Marcos Maluf)
Encapotado, frio não pegou Guilherme de surpresa. (Foto: Marcos Maluf)

Vendedor, Guilherme dos Santos, 20 anos, é da turma dos que gostam de frio.

"Bom pra dormir, o que está chato é o tempo chuvoso e o vento", diz. Realmente, a chuva e o vento fazem com que a sensação térmica seja ainda menor.

Aposentado, Antônio Cezário, de 65 anos, acordou cedo para encarar, mesmo no frio, um tratamento dentário.

Aposentado, seu Antônio gosta de frio e nem liga de ter que acordar cedo. (Foto: Marcos Maluf)
Aposentado, seu Antônio gosta de frio e nem liga de ter que acordar cedo. (Foto: Marcos Maluf)

"Eu já gosto do frio, tenho o hábito de acordar cedo. O frio não foi problema não, tanto que estou aqui esperando para ser atendido", comentou.

Vindo de Antônio João, cidade distante 279 quilômetros da Capital, o gerente Bruno de Oliveira, de 25 anos, diz que não se pode reclamar ainda do frio que está fazendo em Campo Grande. Na cidade natal, Bruno sabe o que é frio.

"Eu gosto, sou de Antônio João, então pra mim isso aqui não é nada. Está até de boa ainda", brinca.

Conforme a previsão do tempo, as mínimas ficarão ainda mais baixas amanhã. No fim da tarde de ontem, o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) confirmou a previsão de frio intenso nas regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e parte do Norte do país.

Na cidade de Iguatemi, distante 466 quilômetros da Capital, a meteorologia registrou a mais baixa sensação térmica sentida no Estado, de 1ºC com geada.

No Centro, os trajes mostram que população saiu de casa sabendo que ia encarar baixas temperaturas. (Foto: Marcos Maluf)
No Centro, os trajes mostram que população saiu de casa sabendo que ia encarar baixas temperaturas. (Foto: Marcos Maluf)

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário