ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, TERÇA  22    CAMPO GRANDE 28º

Capital

Terrenos da Prefeitura são desocupados no Taquaral Bosque

Por Fernando da Mata e Paula Vitorino | 21/03/2012 10:05
Moradores assistem máquinas recolhendo destroços (Fotos: Marlon Ganassin)
Moradores assistem máquinas recolhendo destroços (Fotos: Marlon Ganassin)
Reintegração aconteceu às 6h da manhã e moradores tentaram salvar os poucos móveis.
Reintegração aconteceu às 6h da manhã e moradores tentaram salvar os poucos móveis.

Terrenos da Prefeitura que abrangem três quadras no bairro Taquaral Bosque, região norte de Campo Grande, foram desocupados na manhã desta quarta-feira (21).

Segundo o oficial de Justiça que cumpriu a determinação, a área tinha sido ocupada há dois meses por 60 pessoas. Eram cerca de 20 barracos. A decisão saiu depois que a administração municipal entrou com pedido na Justiça.

Acompanhado por policiais da Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais) e agentes da Guarda Municipal, o oficial de Justiça chegou no local com a ordem de reintegração de posse por volta das 6h30.

A desocupação foi pacífica, não sendo preciso o uso da força policial, segundo informações dos policiais da Cigcoe.

A aposentada Conceição Brito da Silva, 50 anos, foi a primeira pessoa a montar um barraco no local, há cerca de dois meses. Antes de ocupar a área, morava com a irmã depois que chegou de mudança de Corumbá. “Fiquei sabendo da área e resolvi vir para conseguir casa”, contou a aposentada.

Grávida, Vanessa Carvalho, 25 anos, morava de aluguel com o marido e resolveram montar barraco há um mês porque não tinha mais condições de sustento, já que só o companheiro trabalha.

“Nós estávamos nos virando aqui. Nós pegávamos água e usávamos banheiro de uma construção”, relatou a jovem sobre o dia a dia no local antes do despejo.

Os barracos foram demolidos por máquinas da prefeitura depois da desocupação e os destroços foram recolhidos por caminhões também da administração municipal.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário