A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

25/12/2014 10:38

UPA suspende atendimento de ambulatório depois de forro desabar

Viviane Oliveira e Luciana Brazil
Cartaz na entrada da unidade informa sobre a interdição. (Marcos Ermínio) Cartaz na entrada da unidade informa sobre a interdição. (Marcos Ermínio)

A UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Vila Almeida suspendeu atendimento de ambulatório após parte do forro da recepção desabar na manhã de ontem (24), em Campo Grande. A estrutura caiu devido a grande quantidade de fezes de pombos que se acumulou no local. De acordo com a enfermeira chefe, Jaqueline Romanosqui, a unidade está atendendo apenas urgência e emergência.

Ela disse que a medida foi tomada, porque o buraco no forro ainda não foi tampado e os pombos continuam pousando no local. “A cada 6 horas o pessoal faz a limpeza, mas não é possível fazer atendimento nessa situação e colocar em risco a saúde da população”, diz a enfermeira.

As fezes dos pombos contêm fungos e bactérias e, depois de secas, liberam partículas que, se respiradas, podem transmitir diversas doenças, como meningite, toxoplasmose e alergias. Dor de cabeça, náusea e ardência nos olhos são um dos sintomas causados ao respirar próximo das fezes desses bichos. Os funcionários que ficavam na recepção foram retirados do local. Quem precisa transitar pela recepção usa máscara.

Foto tirada momento depois que o forro desabou. A recepção ficou infestado de fezes de pombo. (Foto: Direto das Ruas)Foto tirada momento depois que o forro desabou. A recepção ficou infestado de fezes de pombo. (Foto: Direto das Ruas)

Os pacientes que vão a unidade são orientados a procurar a unidade da Coronel Antonino ou do Guanandi. Hoje de manhã Elisa Lopes, 28 anos, não conseguiu atendimento para a filha de 1 ano e 8 meses que havia caído e estava com ferimento na testa. “Vou ter que procurar outro posto de saúde mais perto daqui”, lamenta a jovem, que estava acompanhada do pai.

A chefe de enfermagem afirma que pediatras estão de plantão da unidade, mas apenas para emergência. Segundo Jaqueline, a equipe de manutenção da Sesau (Secretária Municipal de Saúde), já começou a fazer os reparos no local. A redação ligou para a assessoria de imprensa da Sesau, mas a ligação não foi atendida.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions