A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

31/03/2010 09:40

Casa onde funcionava cassino está penhorada por dívida

Redação

A casa onde funcionava um cassino fechado pela Polícia Civil na segunda-feira, no bairro Cachoreia, ainda está no nome do produtor rural Cícero Ferro por causa de uma dívida com um banco, embora, segundo o produtor já tenha sido vendida. Segundo o advogado do produtor, Adonis Camilo Froener, a penhora impedia a transferência do nome para o novo comprador.

A Polícia Civil informou que vai ouvir o depoimento de Cícero no inquérito, mas ainda não tem data para que isso ocorra.

O cassino foi fechado na segunda-feira durante a Operação Níquel, da Polícia Civil. Na casa, de alto luxo, foram apreendidas 25 máquinas caça níqueis, mas ninguém foi preso.

De acordo com Froener, seu cliente vendeu a casa entre 2002 e 2003. Na época, ele não realizou a transferência por conta de uma penhora com um banco para pagar uma dívida da esposa. "A esposa dele era sócia de uma empresa de cereais que teve uma dívida executada e a casa foi penhorada", explicou o advogado.

O fato de a casa estar em nome de outra pessoa não incomodou o novo proprietário. A casa foi "vendida" mais três vezes, sem que ninguém transferisse a escritura. O valor da penhora hoje é de mais de R$ 90 mil reais, que Cícero pretende pagar e realizar a transferência. O advogado não soube responder quem foram os compradores ou em nome de quem ficará a casa após o pagamento.

Provas

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions