A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

17/04/2011 12:04

Católicos celebram o início da Semana Santa com a tradicional Procissão de Ramos

Paula Vitorino

Fiéis reuniram-se em paraça para celebração da Missa de Domingo de Ramos. (Foto: Paula Vitorino)Fiéis reuniram-se em paraça para celebração da Missa de Domingo de Ramos. (Foto: Paula Vitorino)

Durante este domingo (17), denominado pela fé católica de Domingo de Ramos, diversas paróquias e comunidades cristãs celebraram a Procissão de Ramos pelas ruas de Campo Grande, seguida da Santa Missa.

O Domingo de Ramos marca o início da Semana Santa para os cristãos, onde Jesus entra em Jerusalém montado em um jumentinho – o símbolo da humildade – e é aclamado pelo povo simples que o aplaudia como “Aquele que vem em nome do Senhor”.

A data antecede o domingo de Páscoa, que é a celebração mais importante da liturgia católica.

Para relembrar o caminho percorrido por Jesus, os fiéis das paróquias Perpétuo Socorro, Nossa Senhora Aparecida e comunidade Santo Agostinho iniciaram a procissão às 7h, partindo de cada uma das igrejas e reuniram-se na Praça Newton Cavalcante - bairro Amambaí – para a celebração da eucaristia.

No local, ao menos 100 pessoas participaram da missa e levaram seus ramos para serem abençoados e exaltar o início de um novo tempo, que tem Jesus como Rei.

“Hoje é o início de tudo, marca o caminho para a morte de Jesus e ressurreição. Nós sempre gostamos de participar. Levamos os ramos para casa e guardamos durante o ano todo, até o próximo Domingo de Ramos. É um ramo santo, que protege nossa casa”, diz o casal Márcia Regina de Oliveira, 40 anos, e Ronaldo Marcelino Rodrigues, de 42 anos.

Para a auxiliar de serviços gerais Maria das Dores Borges, de 33 anos, a data significa “uma vida nova” e mais que uma celebração, é a oportunidade de um novo começo.

“É um começo para mudar a nossa a vida, principalmente, em relação ao próximo. Jesus entra em Jerusalém em cima de um jumentinho, o que nos mostra sua simplicidade e como devemos ter isso em nossas vidas”, conclui.

Missa campal foi realizada na Praça Newton, na Capital. (Foto: Paula Vitorino)Missa campal foi realizada na Praça Newton, na Capital. (Foto: Paula Vitorino)

Tradição - A tradicional Procissão de Ramos também aconteceu na Paróquia São Francisco de Assis. Os fiéis saíram às 7h30 da comunidade São João Evangelista e seguiram em procissão até a matriz da Paróquia – bairro São Francisco.

O frei Valdeir Aparecido de Souza, da comunidade São Francisco, ressalta que a Semana Santa é um tempo de preparação para a Páscoa, que representa esperança e vida nova.

“Ainda está em tempo das pessoas fazerem a confissão, pedir perdão dos pecados e iniciar a mudança de vida com a Páscoa”, diz.

Ele explica que os ramos verdes são um sinal de vitória e que este momento da igreja é importante para que os cristãos revivam a memória de Jesus, que está presente nos escritos da bíblia.

“Não se pode esquecer de tudo que Jesus viveu por nós. A procissão é o momento da proclamação da nossa fé em público. Esses ramos abençoados são guardados até o próximo ano, quando na quarta-feira de cinzas serão queimados para fazer as cinzas utilizadas na celebração”, ressalta.

A Missa do domingo de Ramos traz a narrativa de São Lucas sobre a paixão de Jesus. A entrada de Jesus em meio a aplausos em Jerusalém foi um prelúdio de suas dores e humilhações, pois aquela mesma multidão que o exaltou motivada por seus milagres, depois pedirá a sua morte e crucificação.



Foi lindíssima a missa,o encontro das outras igejas junto com a Perpétuo Socorro,foi de uma energia que só quem estava lá pra poder falar. Saí renovada. DEUS é maravilhoso!
 
darcy maria em 17/04/2011 01:50:50
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions