A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Novembro de 2017

25/06/2009 15:19

Chefe de quadrilha da jogatina, major ingressa com HC

Redação

Acusado de ser o chefe da quadrilha dos caça-níqueis, o major da reserva da Polícia Militar, Sérgio Roberto Carvalho, ingressou, ontem, com pedido de habeas corpus no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. O pedido foi feito pelo advogado João Rafael Sanches Florindo.

Preso desde o dia 20 de maio deste ano no presídio federal de Campo Grande, o major Carvalho foi denunciado pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) de ser o chefe da organização criminosa para explorar os caça-níqueis em Campo Grande. Ele também seria dono de dois cassinos flagrados pelos policiais na cidade.

O major foi denunciado por formação de quadrilha, falsidade ideológica, documentos falsos e exploração de jogos de azar. Além disto, o juiz da Auditoria Militar, Alexandre Antunes, acatou outra denúncia contra o major, com base no artigo 324 do CPM (Código Penal Militar), que é deixar, no exercício da função, de observar a lei, regulamento ou instrução dando causa direta à pratica de ato prejudicial à administração militar.

O major e mais 16 pessoas, incluindo três policiais militares, foram presos na Operação Las Vegas, desencadeada pelo Gaeco. O pedido de liberdade será analisado pelo desembargador Romero Osme Dias Lopes. Ele também analisa o pedido feito pelo capitão Paulo Roberto Teixeira Xavier.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions