A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

01/10/2014 16:48

Chikungunya chega aos estados próximos de MS e saúde fica em alerta

Filipe Prado
As viaturas adquiridas pela Sesau ajudaram na prevenção contra o vírus da Chikungunya (Foto: Marcelo Calazans)As viaturas adquiridas pela Sesau ajudaram na prevenção contra o vírus da Chikungunya (Foto: Marcelo Calazans)

O número de contaminados pelo vírus da Chikungunya já chegou a 79 no Brasil, deste número, sete foram localizados em Estados na divisa com o Mato Grosso do Sul, com isso a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) começou a intensificar a prevenção da doença.

Durante a cerimônia de entrega de cinco veículos e 10 bombas para combate à dengue e saúde do trabalhador, a diretora de Vigilância em Saúde da Sesau, Márcia Dalfabro, revelou que a prevenção da Chikungunya acontece desde 2011 em Campo Grande.

“A forma de transmissão é a mesma da dengue, então a prevenção é a mesma. Mas como a doença chegou o Brasil, estamos intensificando as ações”, comentou Márcia.

De acordo com o boletim emitido pelo Ministério da Saúde, dos 79 casos registrados no Brasil, até o dia 27 de setembro, 38 foram de pessoas que viajaram para países com a transmissão da doença, como República Dominicana, Haiti, Venezuela, Ilhas do Caribe e Guiana Francesa.

Os Estados do Paraná, com dois casos, São Paulo, 17, Goiás, um, e o Distrito Federal, com duas notificações, que fazem fronteira com Mato Grosso do Sul já foram infectados pela doença. O Amazonas, Amapá, Maranhão, Pará, Ceará, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul também receberam notificações da doença.

As outras 41 pessoas com casos confirmados, oito no Amapá e 33 na Bahia, foram infectadas no Brasil e não tiveram registro de viagens para o exterior.

Doença – A febre Chikungunya é uma doença causada por vírus do gênero Alphavirus, transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti, que também difundi a dengue, e o Aedes Albopictus. Os sintomas são febre alta, dor muscular e nas articulações, cefaleia e manchas avermelhadas pelo corpo, que podem durar de três a 10 dias.

Conforme o Ministério da Saúde, a incidência de morte é menor se comparado com a dos casos de dengue.

Câmara Federal regulamenta carreira dos agentes comunitários de saúde
Com a presença de agentes comunitários nas galerias da Câmara, os deputados federais concluíram hoje (12) a votação do projeto de lei que regulamenta...
Anvisa libera serviço de vacinação em farmácias de todo o país
Farmácias e drogarias de todo o país vão poder oferecer o serviço de vacinação a clientes. A possibilidade foi garantida em resolução aprovada hoje (...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions