A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

06/09/2011 13:00

CNI é contrária à criação de tributo para financiar a saúde

Daniel Lima, da Agência Brasil

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) é contrária à criação de um tributo para financiar a saúde. O gerente executivo de Unidade de Política Econômica da Confederação, Flávio Castelo Branco, lembra que há crescimento da arrecadação de impostos e contribuições federais e, por isso, é possível buscar outras alternativas na gestão dos recursos da União.

“É preciso elencar prioridades e olhar dentro do Orçamento da União o que é prioridade e deixar [de lado] a saída fácil de criação de um tributo que vai acabar onerando a competitividade dos produtos”, destacou. Para ele, um novo tributo irá onerar também as famílias, porque irá refletir nos preços dos produtos nacionais e dificultará o crescimento da economia brasileira.

Está em discussão no Congresso a regulamentação da Emenda 29, que prevê percentuais mínimos de aplicação de recursos na saúde para União, estados e municípios.

A proposta é do ano 2000. Ela obrigou a União a investir em saúde 5% a mais do que havia investido no ano anterior e determinou que nos anos seguintes esse valor fosse corrigido pela variação nominal do Produto Interno Bruto (PIB).

Os estados foram obrigados a aplicar 12% da arrecadação de impostos em saúde e os municípios 15%. A regra era transitória e deveria ter existido até 2004, mas continua em vigor por falta de uma lei complementar que a regulamente.

Até dezembro de 2007, a saúde era financiada também por recursos arrecadados com a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF).



Governador diz apoiar Emenda 29, mas cobra parte do Governo Federal
O governador André Puccinelli afirmou, durante solenidade de entrega de viaturas, que é favorável à aprovação da Emenda 29, que trata da aplicação de...
Ideli Salvatti descarta possibilidade de legalizar jogos para financiar saúde
O governo descarta qualquer possibilidade de buscar mais recursos para investimento em saúde pública pela legalização de jogos no país. A informação...
Ministro alega perda R$ 6 bi e pede fonte de recursos para a Saúde
Em reunião com líderes da base aliada, hoje (31), no Palácio do Planalto, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, apelou aos partidos que não aprovem...
Mandetta prepara relatório preliminar sobre o sistema público de saúde
Deputado está compilando as sugestões recebidas, após examinar as 41 proposições legislativas que tramitam na Câmara dos Deputados sobre o assuntoO d...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions