ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SÁBADO  19    CAMPO GRANDE 25º

Cidades

Codesul aprova proposta de MS para mapear situação da mulher na fronteira

Será montado um grupo de trabalho com integrantes dos quatro estados

Por Leonardo Rocha | 31/12/2017 18:06

A Subsecretaria de Políticas Públicas para as Mulheres, vinculada ao governo estadual, conseguiu aprovar uma proposta no Codesul (Conselho de Desenvolvimento e Integração da Região Sul), que defende o mapeamento da violência contra a mulher, na região de fronteira.

A proposta tinha sido colocada em pauta na última reunião do Codesul, que foi realizada no começo do mês, em Porto Alegre (RS). O objetivo principal é conseguir um "diagnóstico" de como vivem as mulheres nesta faixa de fronteira, que em Mato Grosso do Sul, faz divisa com Paraguai e Bolívia.

Um dos principais problemas é a utilização de meninas como "mulas" do tráfico de drogas, "Levamos esse problema ao Conselho e percebemos que era uma preocupação comum a todos os estados”, explicou a subsecretária da Mulher, Luciana Azambuja.

Ela ponderou que este mapeamento poderá contribuir para "melhorar a realidade" destas mulheres, assim como dar outras opções para o desenvolvimento econômico e social das cidades que fazem parte desta faixa.

Com a aprovação da proposta, foi editada uma resolução para formar um grupo de trabalho, com representantes dos estados, que trabalham neste setor de defesa dos direitos das mulheres. o Codesul tem como membros: Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul.