A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

31/05/2010 12:18

Comerciante é acusado de exibir filme pornô a crianças

Redação

O comerciante de Bonito Mário Amâncio da Cunha Junior foi indiciado pela Polícia Civil por aliciamento de menores. A investigação policial demonstrou que ele atraía menores de idade para seu estabelecimento e exibia filmes pornográficos a eles, o que configura prática de pedofilia.

O inquérito contra Mário Amâncio foi concluído hoje e traz o indiciamento pelo artigo 241-D do Estatuto da Criança e do Adolescente, que prevê pena de um a três anos de reclusão, como punição por "aliciar, assediar, instigar ou constranger, por qualquer meio de comunicação, criança, com o fim de com ela praticar ato libidinoso".

Segundo a Polícia Civil divulgou, o autor é proprietário da Lanchonete Vício da Gula na cidade de Bonito/MS e todos os produtos alimentícios comercializados são produzidos por ele em sua residência, onde possui também diversas orquídeas.

A investigação apontou que ele convidava menores para se dirigirem até a sua casa sob o pretexto de auxiliá-lo na produção de alimentos assim como no cuidado com as plantas. A apuração mostra que ele pagava as crianças para irem ao local.

Ao término do trabalho, apresentava filmes pornográficos aos menores e permanecia observando-os durante o banho. A alegação é de que eles deviam s deveriam tomar banho para evitar alergias decorrentes do veneno das orquídeas.

Durante as investigações, foi feita busca e apreensão no computador do comerciante e no histórico de filmes locados por ele em uma locadora citada nas declarações das vítimas.

A constatação é de que Mário Amâncio acessava constantemente sites de conteúdos pornográficos e locava muitos filmes pornográficos, que eram exibidos no computador do autor às crianças.

Ao ser interrogado, o comerciante negou tudo e afirmou que as crianças se dirigiam até a sua casa apenas para brincarem com seus filhos. Elas já foram ouvidas e confirmar a versão que resultou no indiciamento.

A Polícia Civil não informou se há pedido de prisão do comerciante. O caso corre em segredo de Justiça.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions