A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

29/06/2013 08:20

Comitê solicita atendimento 24 horas em delegacias especializadas no MS

Leonardo Rocha
Vereadora espera atingir meta de 10 mil assinaturas até agosto (Foto: divulgação)Vereadora espera atingir meta de 10 mil assinaturas até agosto (Foto: divulgação)

O Comitê formado para discutir a expansão do horário de atendimento em delegacias especializadas, como Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), Deaji (Delegacia de Atendimento a Infância e Adolescência) e DEAM (Delegacia Especial de Atendimento a Mulher) está promovendo ações para coleta de assinaturas, com o objetivo de levar esta solicitação ao governo estadual.

De acordo com a vereadora Luiza Ribeiro (PPS), uma das integrantes do grupo, a meta é atingir dez mil assinaturas. O comitê já conseguiu 3.120 abaixo assinados físicos e 402 “virtuais”. A UCE (União Campo-Grandense de Estudantes) se colocou a disposição do movimento para recolher assinaturas nas universidades e terminais de ônibus.

No dia 13 de junho, o grupo realiza passeata em Campo Grande para defender o ECA (Estatuto da Criança e Adolescência) em evento promovido pelo conselho tutelar e irá aproveitar para buscar novas assinaturas. Esta reivindicação do comitê vai de encontro com o relatório da CPMI do Senado que investiga a situação da violência contra a mulher no Brasil, que recomenda a expansão do horário de atendimento da DEAM em Campo Grande.

Justiça do Trabalho faz acordos de R$ 6,5 milhões no Estado
A Justiça do Trabalho teve 355 acordos que somaram R$ 6.512.934,87 durante a Semana da Conciliação em Mato Grosso do Sul. Na iniciativa, realizada en...
Ministério da Saúde suspende incentivos da atenção básica em MS
O Ministério da Saúde suspendeu, nesta sexta-feira (15), repasse extra à atenção básica para sete municípios de Mato Grosso do Sul. Isso porque eles ...


Antes de transformar a Deaij e a Deam em 24 horas, porque não fazem esta coleta para o governador abrir concurso para mais agentes, pois não tem equipe suficiente para tirar plantão e dar andamento nos AAAI, estão fazendo as coisas sem fazer um estudo sobre a estrutura física e humanas das delegacias. Onde os policiais levam suas cadeiras de casa para sentarem e trabalham com doações de computadores. Analisem bem antes, o povo já sofre com a falta de estrutura das Depac e querem que sofram mais, pois os atendimentos da Deaij e Deam, nos andamentos dos procedimentos seriam prejudicados.
 
Linden Lane Braga Werner em 29/06/2013 10:50:36
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions