A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

23/12/2015 23:58

Corpo de Bombeiros alerta população sobre riscos de acidentes nas festas

Alan Diógenes

Com as proximidades das festas de fim de ano, a população adquire equipamentos de iluminação para enfeitar as residências, comércios entre outros estabelecimentos com o intuito de resgatar o espírito natalino e tradicionalmente temos o costume de acender fogueiras e soltar fogos de artifícios. Infelizmente esta atividade aumenta de forma considerável a incidência de pacientes com queimaduras nos hospitais.

Não devemos ignorar os riscos advindos da queima de fogos de artifícios. Precauções devem ser tomadas para manter o brilho e a alegria das festas de final de ano,

Dentro de um aspecto preventivo, o Comando Maior do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul orienta a população para que tenha:

Cuidados com os fogos de Artifícios

– Somente adquira fogos de artifícios em locais devidamente autorizados para comercialização dos respectivos produtos;

– Acompanhe e oriente seu filho na compra e no momento de utilização do artefato, bem como nas proximidades de fogueiras;

– Leia atentamente o rótulo de segurança e data de validade dos artefatos no momento da compra e durante sua utilização;

– Mantenha caixas de fósforos e/ou isqueiros em locais fora do alcance das crianças;

– Nunca solte fogos em ambientes fechados, e quando o fizer em ambientes abertos, atente para sua segurança e de outros;

– Ingestão de bebida alcoólica e fogos não combinam;

– Para a queima de rojões utilize um suporte adequado e o mantenha fora do alinhamento do seu corpo, bem como sua projeção inclinada para uma área segura;

– Cuidado com o efeito retardado. Os fogos podem falhar temporariamente; se isso ocorrer considere o artefato ativo;

– Não acenda bombas na mão, utilize uma base segura e o acenda com seguança;

– Utilize luvas para soltar busca-pés e espadas;

– Não coloque o artefato em bolsos;

– Muito cuidado também com as fogueiras e jamais realimente o fogo com álcool, ou jogue objetos na fogueira;

– Em caso de queimaduras, procure aliviar a dor imergindo a parte afetada em água potável e se necessário procure imediatamente auxílio médico.

Atenção com as crianças

Os pais têm de evitar deixar as crianças sozinhas, guardar e manter fora do alcance, detergente, sabão em pó, produtos químicos em geral, materiais cortantes e perfurantes, tais como, facas, tesouras e outros, tampar tomadas e acondicionar escadas em local seguro

As crianças são curiosas, vão procurar motivos novos de entretenimento e a água atrai bastante atenção. Como sabemos que os pequenos não têm noção de risco, o adulto tem que estar sempre supervisionando, em vigilância constante.

As crianças não são as únicas vítimas desse tipo de acidentes, mas os idosos também entram nas estatísticas. É necessário que a família sempre fique de olho para que não aconteçam quedas com os idosos, que geralmente permanecem deitados por longos períodos de tempo.

A melhor maneira de se evitar um acidente é estar atento a medidas preventivas.

Confira algumas dicas do Corpo de Bombeiros de como evitar sustos dentro de casa:

Eletricidade

Para evitar a incidência de curto circuito, esteja atento em comprar equipamentos com certificação de qualidade aprovada pelo Inmetro, verificar se a instalação elétrica suporta a quantidade de carga elétrica oriundas de instalações dos enfeites natalinos, evitar vários objetos ligados em uma mesma tomada e se for fazer uso de extensões, atentar para a bitola da fiação.

Todos nós somos responsáveis pelo sucesso deste evento, e, como cuidado específico; recomendamos atenção especial com as crianças; assim, estaremos educando cidadãos para o futuro, bem como preservando nosso bem maior; nossa prole.

Queimaduras

Atenção especial na cozinha ou área de preparo de alimentação. Cuidado com cabos de panelas voltados para fora do fogão, podem facilitar que crianças derrubem panelas e o conteúdo dela sobre o corpo.

Afogamentos

Em se tratando de bebês e crianças pequenas, até baldes, banheiras e vasos sanitários podem oferecer riscos. Um adulto deve sempre supervisionar as crianças e adolescentes onde houver água, mesmo que saibam nadar ou que os locais sejam considerados rasos. A piscina deve estar cercada e o responsável pela criança não pode ter distrações, nem com um celular.

Quedas

Além de observar e fornecer as orientações de comportamento e segurança para as crianças, os pais devem tomar providências de proteger as quinas dos móveis; não deixar cadeiras, camas e bancos perto de janelas; e providenciar antiderrapantes nos tapetes para evitar escorregões.

Intoxicação

Em casos de ingestão de inseticidas, álcool, detergentes e outras substâncias tóxicas, a primeira providência dos pais deve ser levar a criança para uma emergência hospitalar, se possível levar o produto ingerido para que os profissionais identifiquem a substância e facilite a aplicação do tratamento mais adequado para aquela situação.

Brinquedos

Na hora de escolher os brinquedos, considere a idade e o nível de habilidade da criança, seguindo as recomendações do fabricante. Procure brinquedos com o selo do Inmetro. Fique atento a brinquedos que podem oferecer risco de engasgamento (peças pequenas para bebê e crianças menores), de estrangulamento (correntes, tiras e cordas) e de corte (pontas, bordas afiadas).

Mas, atenção, não passe trotes, porque isso pode gerar o deslocamento de viaturas a locais desnecessários, fazendo com que uma real ocorrência em andamento seja prejudicada.

Em caso de emergência, acionar o Corpo de Bombeiros Militar através do número 193.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions