A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

04/03/2015 09:36

Custo de uniformes aumenta R$ 396 mil após reprovação da 1ª colocada

Aline dos Santos e Juliene Katayama
Pregão eletrônico para compra de uniformes foi retomado nesta quarta-feira. (Foto: Marcelo Calazans)Pregão eletrônico para compra de uniformes foi retomado nesta quarta-feira. (Foto: Marcelo Calazans)

Com a reprovação da primeira colocada, a compra do uniforme da rede estadual subiu de R$ 7,788 milhões para R$ 8,184 milhões. Portanto, aumento de R$ 396 mil. Nesta quarta-feira, a Secretaria de Administração e Desburocratização retomou o pregão 006/2015, mas a Comércio Isototal, segunda colocada, não reduziu o valor por camiseta, mantendo o preço de R$ 6,20.

A negociação em busca de desconto durou uma hora. Primeiro, o governo do Estado pediu R$ 6 por unidade. Depois, os pedidos de descontos foram de 15 centavos, 10 centavos e cinco centavos. Contudo, não houve negociação.

A empresa, que tem sede em Campo Grande, alegou que a administração estadual já obteve economia de 26%, além do aumento do dólar, combustível, energia e que a matéria-prima é importada. A Comércio Isototal tem até segunda-feira para apresentar amostra do material,que precisa passar pelo crivo da SED (Secretaria Estadual de Educação).

As aulas na rede estadual começaram em 19 de fevereiro e a expectativa é que o novo uniforme, que trocou o azul pelo verde, chegue no mês de abril.

O pregão eletrônico para compra de 1,320 milhão de camisetas começou em 6 de fevereiro. Na disputa com 11 empresas, a Compracita apresentou menor valor unitário ao propor R$ 5,90, ante o teto de R$ 7,80 estipulado pelo governo.

Porém, a primeira colocada foi reprovada na fase de amostra do material. Na última compra, realizada em 2012, os uniformes tiveram custo unitário de R$ 6,27.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions