A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

02/03/2010 13:30

Dengue cresce 4% e causa recorde de mortes na Capital

Redação

A epidemia de dengue, a mais letal da história de Campo Grande, continua crescendo após matar nove pessoas. A média diária de casos cresceu 4% em relação a semana anterior, de 403 para 421, segundo a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde).

Desde o início deste ano, a doença matou nove pessoas na Capital, sendo que seis óbitos estão sob investigação e três foram confirmados. Apesar de menos casos notificados pelo poder público em janeiro e fevereiro, 2010 já é recordista em número de mortes causadas pela dengue.

A situação poderá piorar este mês porque a curva da doença é ascendente. Foram 7,2 mil casos em janeiro e 10,2 mil em fevereiro. E a média diária revela que a epidemia continua ganhando força. No início do ano eram notificados 300 casos por dia. No final de fevereiro, a média era de 403 casos. Agora, 421 pessoas apresentam os sintomas da dengue por dia.

Desde 1997, quando ocorreu a primeira epidemia, nunca houve tanta morte causada pela dengue na cidade. O máximo informado pelos órgãos públicos foram duas mortes em cada ano.

No interior, a situação também é de calamidade pública. Foram três mortes em Dourados, sendo duas confirmadas. Corumbá registrou a primeira morte em oito anos. Outra morte ocorreu em Jardim, onde um jovem de 18 anos morreu antes de ingressar no Exército.

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions