A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

19/02/2014 09:53

Detran-MS estabelece registro eletrônico para os financiamentos de veículos

Leonardo Rocha

O Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) estabeleceu por meio de portaria que os financiamento de veículos automotores devem ter registro eletrônico sendo estes enviados para o banco de dados da instituição.

A intenção é que todas as informações em relação ao contrato do devedor com sua instituição credora estejam disponíveis para o Detran-MS, assim como eventuais mudanças e alterações contratuais.

O Detran-MS garante que este “arquivamento” será atendido com todos os requisitos de segurança necessários, para que não haja adulteração e seja mantido o conteúdo na íntegra.

As instituições financeiras devem disponibilizar as entidades credoras, assim como o devedor, com seus respectivos endereços. Neste arquivo terá que existir o total da dívida estimada, como local e data do pagamento, assim como a taxa de juros e correções monetárias realizadas.

De acordo com a portaria, é preciso fornecer a descrição do veículo, assim como eventuais aditivos e alterações do contrato. Quando houver estas mudanças, o prazo para envio da documentação será de 30 dias.

Em relação a “gravame”, aquela anotação no CRV (Certificado de Registro de Veículos), sobre a garantia real incidente do veículo decorrente do contrato, deve ser informado em até dez dias úteis ao Detran-MS, caso exista o cumprimento de toda dívida pelo devedor.

Responsabilidade – As empresas financeiras ficarão responsáveis pela veracidade das informações enviadas, assim como custos para mudanças no CRV, em função de informações “errôneas” que precisam ser corrigidas.

Caso não haja o envio destas informações, a instituição poderá ser suspensa e ter seu cadastro no Departamento Estadual de Trânsito.

O Detran-MS irá fazer o controle e gestão destes cadastros, podendo emitir normas “complementares” para organizar esta situação. Também ficará responsável pela coordenação da emissão da CRV e sobre a verificação das informações enviadas, para saber se são compatíveis com as registradas em contrato.

Se houver “divergências” entre estes dados, o processo fica suspenso, até que as partes elucidem os fatos. Por esta razão, o Detran poderá solicitar a cópia do contrato junto as instituições financeiras, que terão cinco dias úteis para atender a determinação.

O Detran-MS irá fornecer o endereço eletrônico disponível para as empresas efetuarem o envio das devidas informações, com acesso “seguro” aos usuários. Esta portaria foi publicada hoje (19) no Diário Oficial do Estado

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions