A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

27/04/2015 15:11

Detran tem "outra visão" sobre ofício e vai manter taxa de vistoria veicular

Flávia Lima
Veículos com mais de cinco anos não estão isentos ainda da taxa. (Foto:Divulgação)Veículos com mais de cinco anos não estão isentos ainda da taxa. (Foto:Divulgação)

O Detran/MS vai manter a taxa de vistoria veicular, apesar da determinação do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) em suspender a cobrança. A recomendação foi feita através de ofício encaminhado a diretoria do Detran/MS na sexta-feira (24). De acordo com o documento, o órgão não possui competência para legislar no caso. No entanto, o departamento tem outra interpretação e vai esperar parecer o Contran (Conselho Nacional de Trânsito).

Em nota oficial, o Detran/MS informa que vai aguardar um parecer do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) sobre a Portaria 32/2014, que estabelece a obrigatoriedade de vistoria anual para fins de licenciamento aos veículos com mais de cinco anos.

Ainda segundo a nota, a diretoria do órgão lembra que junto a nota do Denatran, a Advocacia Geral da União emitiu parecer afirmando que o Detran de Mato Grosso do Sul “agiu bem enfrentando com coragem uma situação que gera graves consequências para a segurança viária, pois a partir de cinco anos os veículos podem vir a sofrer graves deteriorizações, o que prejudica muito a capacidade de condução por parte dos motoristas e com certeza ocasiona várias infrações de trânsito”.

Como o parecer do Contran deve sair no dia 29 de abril, a vistoria anual para licenciamento de veículo com mais de cinco anos será mantida no Estado. Apenas o vencimento do licenciamento desses veículos, com placa final 1 e 2, passou para 29 de maio.

Após pressão da bancada petista na Assembleia Legislativa, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) encaminhou aos deputados, semana passada, projeto de lei reduzindo em 20% o valor da taxa. O projeto ainda não foi votado.

A taxa de vistoria veicular hoje é de R$ 104,55, quando feito no pátio do Detran. No país, os estados da Bahia e São Paulo são os únicos que cobram pela vistoria.



Isso é arrecadação. Não creio que tenha alguém envolvido com essa cobrança preocupado com a segurança viária.
Por que então a vistoria não é gratuita no detran?
Por que os guarda de trânsito não apreender os veículos que estão rodando pela cidade com visível deterioração?
Porque não dá lucro.
 
luciano de souza lima em 28/04/2015 14:15:07
"...pois a partir de cinco anos os veículos podem vir a sofrer graves deteriorizações, o que prejudica muito a capacidade de condução por parte dos motoristas e com certeza ocasiona várias infrações de trânsito”
De onde esses IMBECIS tiraram estes dados? Existem trabalhos demonstrando isso? Um carro ou moto, após o termino da sua garantia de um ou dois anos não pode vir a apresentar problemas no freio, nas lampadas e faróis? É lógico que sim,!!! Lampadas queimam toda hora e freios se desgastam. Da mesma forma que o motor pode ficar desregulado com menos de 5 anos de uso!
Quantas FALSAS regulações, quantas taxas ainda teremos que pagar para esse governo que só quer lucrar?
 
HPCARDEAL em 27/04/2015 19:35:43
Onde estão os princípios da administração pública? Onde está a hierarquia? O cachorro tá "mijando" no poste. Isto é Brasil.
 
MELCHISADEC HIRAN DA SILVA em 27/04/2015 18:13:52
isso é uma afronta, o detran tinha que ser autuado por isso, palhaçada. a população não sabe se manifesta, somente passeata nao resolve, tem que para de trabalha um dia, dois , mas tem que se todo mundo...todos mesmo. só assim vamos da prejuizo ao estado e eles irao acordar e ver que nao fomos trouxas como eles pensam.
 
PAULO HENRIQUE B MENDES em 27/04/2015 16:58:01
KKKKKKK Ninguem respeita mais nada neste estado mesmo, agora o Detran não responde ao Denatran, isso é piada, isso é Brasil, isso é Mato Grosso do Sul, a terra do coronelismo ainda vive......
 
Max em 27/04/2015 15:35:51
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions