A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

27/01/2010 16:24

Dourados lança Bolsa Ajuda, mas pode limitar atendimento

Redação

A prefeitura de Dourados lançou oficialmente o Bolsa Ajuda, programa social que distribuirá cestas básicas e dinheiro para famílias em situação de vulnerabilidade social. Assegurado por meio de decreto, o programa promete ajuda às famílias por tempo determinado, mas, segundo a própria prefeitura, pode não atender a todos os cadastrados em função dos limites do orçamento.

Segundo o decreto assinado pelo prefeito Ari Artuzi, o município pode deixar de atender famílias cadastradas ou que se encaixam no perfil do programa em função dos limites estabelecidos pelo orçamento municipal para este ano. O número de famílias beneficiadas também pode cair em função de possíveis adequações administrativas ou financeiras.

De acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura, a Bolsa Ajuda é dividida em duas formas de proteção: a primeira é a distribuição de alimentos através de uma cesta, que vai atender famílias com renda per capita de até um quarto do salário mínimo, em situação de risco, miséria ou de catástrofe e de perda da renda familiar. A segunda é a liberação da quantia de R$ 60 por mês durante um período não superior a seis meses a cada ano e se destina a quem necessita de renda complementar para pagamento de despesas de moradia, como aluguel, água e luz.

Para ter acesso à Bolsa Ajuda, as famílias que se enquadram nos itens especificados no decreto deverão fazer o cadastro na Secretaria Municipal de Assistência Social. Segundo a prefeitura, o programa tem como objetivo prioritário a defesa da criança e do adolescente em situação de risco, idosos, pessoas com deficiências, gestantes e nutrizes carentes, pessoas vitimas de catástrofes e portadores de doenças graves.

O cadastro em outros programas sociais não impede que as famílias participem da Bolsa Ajuda. Mas, para ter direito ao programa municipal, a família deve comprovar que o auxílio de outras bolsas é insuficiente no momento e que mesmo assim existe vulnerabilidade social.

Justiça do Trabalho faz acordos de R$ 6,5 milhões no Estado
A Justiça do Trabalho teve 355 acordos que somaram R$ 6.512.934,87 durante a Semana da Conciliação em Mato Grosso do Sul. Na iniciativa, realizada en...
Ministério da Saúde suspende incentivos da atenção básica em MS
O Ministério da Saúde suspendeu, nesta sexta-feira (15), repasse extra à atenção básica para sete municípios de Mato Grosso do Sul. Isso porque eles ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions