A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

28/06/2011 17:21

Em meio a campanha salarial, professores de Bela Vista pedem investigação ao MPE

Marta Ferreira

Representantes da Fetems (Federação dos Trabalhadores do Ensino Público) e do Sinted (Sindicato dos Trabalhadores em Educação) de Bela Vista protocolaram hoje no Ministério Público Estadual denúncia de improbidade administrativa contra o prefeito da cidade, Chico Maia.

A categoria está em pé-de-guerra com o prefeito, por causa da campanha de negociação salarial, e quer que seja investigada a forma usada para conceder reajuste salarial a 13 professores, de um universo de 280.

Conforme o secretário de Finanças da Fetems, Maia concedeu aos 13 professores uma complentação salarial para que a remenuração deles atingisse o piso da categoria, de R$ 1188. A concessão foi por meio de decreto.

De acordo com o sindicalista, isso é contra a previsão legal, que estabelece a necessidade de lei para estabelecimento de aumentos salariais.

Os representantes dos servidores afirmam que o prefeito fez isso para não conceder reajuste aos outros professores. Como foi dada apenas uma complementação, não há mudança salarial para os outros professores.

Os que foram beneficiados são os que tem apenas o nível médio, que ganham o piso salarial.

Os outros professores que atuam na Rede Municipal tem o salário-base pago aos de ensino médio, mais vantagens e adicionais por terem formação diferenciada.

A categoria decidiu entrar em greve a partir da semana que vem e havia uma reunião marcada com o prefeito hoje, que não aconteceu.

A reportagem tentou falar na prefeitura, mas os telefones não atendem.

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...


O que mais deixa triste a categoria é que de acordo com os dados fornecidos pela prefeitura à FETEMS, é possível sim a implantação do piso salarial dos professores e o que parece existir realmente é má vontade do executivo. Hoje em nossa cidade vivemos um momento muito triste, pois estamos com nossos corações partidos em deixar as salas de aula com estes pequeninos anjos, por causa de alguém que não sabe respeitar o direito daqueles que constroem a base de qualquer sociedade.
 
Marili Diana Diniz em 03/07/2011 09:41:11
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions