A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

29/08/2016 18:02

Em MS, quase 18% da população com mais de 18 anos é fumante

Christiane Reis
Mato Grosso do Sul ocupa a terceira posição entre os Estados brasileiros. (Foto: Alcides Neto)Mato Grosso do Sul ocupa a terceira posição entre os Estados brasileiros. (Foto: Alcides Neto)

Em Mato Grosso do Sul, 17,8% da população, acima de 18 anos, é fumante, segundo dados da PNS (Pesquisa Nacional de Saúde). A agente de viagens, Letícia Praeiro, 34 anos, integrou as estatísticas de fumantes por 18 anos, até que um susto fez com que deixasse o cigarro. Os exames de rotina apontaram nódulos nos seios e a orientação foi abandonar o cigarro. “ Eu fumava uma carteira por dia, e quando parei recebi muito apoio dos meus colegas”, disse. Em setembro faz dois anos que ela deixou de fumar.

Segundo ela, o medo era que os nódulos se tornassem malignos, além disso, o diagnostico do pneumologista também a deixou preocupada. “ Ele chegou a comentar que meu pulmão ainda tinha solução, mas eu precisava parar porque já estava comprometendo minhas vias respiratórias”, contou. O cigarro é responsável por mais de 50 enfermidades cardiovasculares e respiratórias crônicas.

Dia de Combate - Nesta segunda-feira (29), comemora-se o Dia Nacional de Combate ao Fumo, instituído com o objetivo de conscientizar e mobilizar a população sobre os riscos decorrentes do uso do cigarro. Em Mato Grosso do Sul, 17,8% da população, acima de 18 anos, é fumante, segundo PNS (Pesquisa Nacional de Saúde) realizada em 2014. A proporção de quase 18%, maior que o percentual total do país (14,7%) e faz Mato Grosso do Sul ocupar a terceira posição entre os estados brasileiros, ficando atrás apenas do Acre (18,8%) e Paraná (18,1%).

No entanto, dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), apontam que o número de fumantes está diminuindo em Mato Grosso do Sul e no restante do País. Apesar dos fumantes serem menores com o passar dos anos, alguns dados ainda preocupam. A estimativa da Organização Pan-Americana da Saúde aponta que em 2030 o tabaco matará aproximadamente 8 milhões de pessoas por ano, sendo que 80% dessas mortes ocorrerão em países de desenvolvimento, como o Brasil.

Hoje, 30% das mortes por câncer de boca, 90% das mortes por câncer de pulmão, 25% das mortes por doenças de coração, 85% dos óbitos por bronquite e enfisema e 25% das mortes por derrame cerebral são causadas pelo tabagismo, segundo a OMS. São mais de cinco milhões de mortes no mundo associadas ao cigarro, 200 mil só no Brasil.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions