A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 19 de Agosto de 2018

10/11/2010 19:52

Embrapa defende parceria para o futuro do Pantanal

Redação

O conhecimento científico, desenvolvido em parceria, será fundamental para o futuro do Pantanal. Foi o que disse a chefe geral da Embrapa Pantanal, Emiko Kawakami de Resende, na abertura do 5º Simpan (Simpósio sobre Recursos Naturais e Socioeconômicos do Pantanal), realizada ontem à noite no Centro de Convenções de Corumbá.

Emiko Resende disse ainda que o Simpan é a celebração do conhecimento e das tecnologias voltadas ao desenvolvimento sustentável do Pantanal. Ela citou reportagem do jornal inglês The Economist, publicada em agosto, que aponta a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) como responsável pelo fantástico crescimento de 365% da produção agropecuária brasileira, entre 1996 e 2006. Esse aumento se deve especialmente às tecnologias para o desenvolvimento do cerrado.

A contribuição que a Embrapa Pantanal vem oferecendo à formulação de políticas públicas também foi lembrada pela chefe geral. Como exemplo, ela fez questão de enfatizar o novo Código Florestal Brasileiro, o grupo interministerial que trabalha na recuperação do rio Taquari e a recente Lei da Pesca do Mato Grosso do Sul, aprovada neste ano.

Ela também lembrou que a maioria dos brasileiros que vive em centros urbanos depende do alimento produzido no campo. Esse é um dos motivos pelos quais os agricultores devem ser respeitados e admirados.

A cerimônia teve a apresentação cultural de 13 integrantes do grupo de dança da Fundação de Cultura e Turismo do Pantanal, que mostraram coreografia de Joilson Cruz. Elas usavam vestidos pintados à mão, representando a fauna, a flora e outras belezas da região.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions