ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEXTA  27    CAMPO GRANDE 29º

Empregos

Candidato ausente seguiu como cotista e governo vai corrigir erro em concurso

De acordo com a SAD, o inscrito agora está na ampla concorrência e correção será publicada no Diário Oficial

Por Aline dos Santos | 26/01/2022 08:26
Concurso vai selecionar novos peritos criminais, com remuneração de R$ 7.377. (Foto: Reprodução/Facebook)
Concurso vai selecionar novos peritos criminais, com remuneração de R$ 7.377. (Foto: Reprodução/Facebook)

A habilitação de candidato que faltou à banca de heteroidentificação, mas prosseguiu no concurso para perito criminal como cotista negro será corrigida pelo governo do Estado. O fato de o faltante não ter sido eliminado e, inclusive, seguir habilitado como cotista foi destacado em denúncia ao Campo Grande News.

Esse passo a passo foi registrado no Diário Oficial do Estado. Na publicação de 14 de janeiro, o candidato consta como ausente à etapa da banca de heteroidentificação. No dia 20 de janeiro, o Diário Oficial mostra que o mesmo candidato estava habilitado a prosseguir como cotista negro, apesar de não ter comparecido.

Segundo a SAD (Secretaria Estadual de Administração e Desburocratização), o candidato prosseguiu na condição de ampla concorrência. E essa correção deve ser publicada ainda nesta quarta-feira, numa edição extra do Diário Oficial.

Conforme a secretaria, o fato do candidato não estar presente na entrevista de verificação de cotas não o exclui do certame, apenas o desabilita a seguir na condição de cotista, conforme previsão legal disposta no edital de abertura do concurso público.

“Oportuno mencionarmos que sua posição como 29º na listagem geral de aprovados, assegurou sua participação – como de ampla concorrência - dentro do quantitativo de candidatos habilitados a serem convocados para as demais etapas do certame, um total de 42 (quarenta e duas) pessoas para o referido cargo, função e área”, informa o comunicado ao Campo Grande News.

Ainda de acordo com a SAD, a retificação do edital, corrigindo a condição do referido candidato para ampla concorrência será veiculada no  Diário Oficial desta quarta-feira. “Quanto ao fato mencionado, não implica em quebra da isonomia ou da regularidade do concurso público”.

A taxa de inscrição do concurso, organizado pela Fapec (Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura), foi de R$ 340,48. A remuneração do cargo é de R$ 7.377,66.

O concurso tem as seguintes etapas: prova prática (já realizada em 4 de dezembro), avaliação médico-odontológica, avaliação psicológica, prova de títulos, curso de formação policial e investigação social.

Nos siga no Google Notícias