A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

01/09/2014 10:17

Entidade de sem-terra "com carros" tem 5 mil adeptos e até Facebook

Filipe Prado e Alan Diógenes
O movimento possui cinco mil adeptos, só em Campo Grande quase 1,5 mil (Foto: Marcelo Calazans)O movimento possui cinco mil adeptos, só em Campo Grande quase 1,5 mil (Foto: Marcelo Calazans)

O MAF (Movimento Sul-Mato-Grossense de Agricultura Familiar) chamou a atenção dos campo-grandenses ao se instalar com praticamente um carro em cada barraco às margens da BR-163, ao lado do Viaduto Joel Dib, na saída para São Paulo. Desconhecida até então, a entidade tem página no Facebook e já conta com 5 mil adeptos no Estado.

Um dos coordenadores do MAF, Rodionei Merlin, 40 anos, contou que o movimento surgiu para lutar pela reforma agrária, “como todos os outros movimentos”. No começo, em 2010, eram somente 13 pessoas, crescendo para 5 mil.

Em Mato Grosso do Sul o MAF está presente em Anastácio, Jardim, Nova Alvorada, Bataguassu e dois acampamentos em Campo Grande, na BR-163 e BR-262. De acordo com Rodionei, são sete movimentos pela luta da reforma agrária no país, entre eles o MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra), CUT(Central Única dos Trabalhadores) e a Fetagri (Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de MS).

“Hoje são sete movimentos, mas deveriam ter 50 para lutar pela reforma. Só assim a reforma iria acontecer de verdade”, analisou Rodionei.

O objetivo do grupo, segundo o coordenador, “não é fazer baderna ou bloquear rodovia”, mas chamar a atenção da população para a reforma agrária. Só na Capital são quase 1,5 mil adeptos.

“Em dezembro tivemos um reunião com o governador, que nos prometeu, pra junho ou julho, terras para sairmos da Gameleira. Também a ajuda da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), mas nada aconteceu”, apontou Rodionei.

O movimento possui duas contas no Facebook. Um perfil (aqui), onde são publicadas fotos e outras informações,  e uma Fanpage (aqui), com um pouco da história do MAF.

Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...
Município de Itaporã comemora 64 anos de emancipação neste domingo
Conhecido como Cidade do Peixe, Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, comemora 64 anos de emancipação neste domingo (10). A prefeitura municipal ...


Os sem terra hoje são muito mais ricos do que quem trabalha, os acampamentos são só fachada pra ganhar mais terra e vender, isso é uma vergonha, se tivesse um politico honesto nesse país ele extinguiria esse movimento completamente ilegal, bandido e perigoso que se tornou o MST.
 
maximiliano rodrigo antonio nahas em 01/09/2014 15:41:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions