A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

06/01/2014 19:39

Fábio Trad cobra proteção para mulheres que sofrem com a violência

Filipe Prado

O Deputado Federal Fábio Trad (PMDB) avaliou as políticas públicas, que garantem proteção e assistência as vítimas de violência, e relatou que o Brasil precisar definir, com urgência, novos meios de proteção para as mulheres.

De acordo com assessoria de imprensa do deputado, ele relata que os direitos humanos não podem se restringir a quem comete crimes. “Por exemplo, o poder público não pode dar as costas para as mulheres que perderam os companheiros, sejam assassinados ou mortos no trânsito, que além de sofrerem emocionalmente, ficam sem referência, obrigadas a renunciar as funções em casa para assumir a responsabilidade por manter a família”, comenta o deputado.

Ele pede que o sistema de assistência social, que está em funcionamento, deve ser melhor estruturado e focado para atender outras situações, que vão além do atendimento psicológico. “Não falo em assistencialismo puro e simples, mas em ações que ampare de forma efetiva quem foi tão duramente castigado por uma tragédia”, explica Fábio Trad.

Para os casos de violência doméstica contra a mulher, crianças e adolescentes, o deputado afirma ser fundamental a realização dos projetos e programas anunciados ao longo dos anos como a disseminação de casas abrigo, funcionamento das delegacias da mulher e de proteção a infância e adolescência, em regime 24 horas.

Além disso, Trad avalia que os investimentos no Sistema Único de Saúde para o atendimento das vítimas da violência de trânsito, devem ser feitos com urgência. “Pelo menos nas cidades de porte médio, o Governo precisa construir hospitais de trauma, que desafogaria os setores de urgência e emergência dos hospitais, mas também acabaria com a fila de espera de cirurgias ortopédicas indicadas para recuperação da vítimas dos acidentes”.



Os conceitos do deputado deviam evoluir. Não é de agora que a mulher não depende mais de homem para viver livre. Tem muita avó por aí que trabalha desde de novinha para sustentar a família.
Por isso que nosso parlamento não evolui. É muito conservadorismo num ambiente que deveria ser mais liberal e antenado com as mudanças na sociedade...Então, a mulher é criada para cuidar de casa? Isso é tradição na família? Né fácil não...
 
Antonio Almeida em 06/01/2014 22:12:01
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions