A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 23 de Março de 2019

24/08/2009 17:03

Gripe: vítima não tinha histórico de doença respiratória

Redação

O douradense Carlinho Santos do Nascimento, 31, morto no dia 19 deste mês no HU (Hospital Universitário) de Dourados em decorrência de contaminação pelo vírus Influenza A (H1N1), não tinha histórico de doenças respiratórias, segundo o prontuário de atendimento do Hospital da Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores de Mato Grosso do Sul), onde ele foi internado, no dia 4 deste mês.

Carlinho era estudante e fazia trabalhos esporádicos de DJ. Ele teria chegado da Espanha há alguns meses, mas a doença se manifesta em no máximo 7 dias, o que descarta a contaminação no exterior.

No dia 4, foi internado no Hospital da Cassems com sintomas semelhantes ao da gripe suína. No dia 8 foi transferido para o HU, onde morreu na quarta-feira passada.

O resultado do exame confirmando que o rapaz morreu em decorrência de gripe suína foi enviado hoje pelo Instituto Adolfo Lutz à Secretaria Municipal de Saúde de Dourados.

Apostadores tem até amanhã para concorrer a R$ 3 milhões da Mega-Sena
Depois de pagar mais de R$ 32 milhões para uma aposta de Salvador, BA, na última terça-feira (19) o próximo sorteio da Mega-Sena acontece amanhã (23)...
ANS debate regras sobre relação entre planos de saúde e prestadores
Com o objetivo de harmonizar a relação contratual entre operadoras de planos de saúde e prestadores de serviço, a Agência Nacional de Saúde Suplement...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions