A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

14/12/2011 14:09

Informatização dos dados do TCE deve reduzir pela metade o tempo de tramitação

Paula Vitorino

TCE investiu cerca de R$ 10 milhões para implantação de novo sistema e melhorias no prédio

TCE lançou novo sistema e melhorias no prédio. (Foto: João Garrigó)TCE lançou novo sistema e melhorias no prédio. (Foto: João Garrigó)

O TCE (Tribunal de Contas do Estado) apresentou nesta quarta-feira (14) o novo sistema e-TCE, que promete agilizar a tramitação dos processos com a total informatização, e as melhorias no prédio.

Segundo o presidente do Tribunal, conselheiro Cícero Antônio de Souza, o investimento foi de cerca de R$ 10 milhões para as modernizações. O sistema eletrônico levou cerca de 1 ano para a implantação.

“É uma etapa a mais que o TCE faz para a modernização, com o objetivo de melhorar nossos serviços e facilitar o trabalho dos servidores, como também dos órgãos públicos”, frisa.

Com o novo sistema, os processos serão 100% eletrônicos, desde a entrada no protocolo até a emissão do voto do conselheiro. O sistema permitirá ainda a notificação, a consulta on-line dos processos e o encaminhamento, por parte dos jurisdicionados, de peças processuais através da internet.

O diretor de modernização do TCE, Parajara Moraes Alves, explica que o novo sistema está em funcionamento desde o dia 3 de novembro e entre os benefícios estão a agilidade, a maior transparência pública e a economia na redução quase total do uso de papéis.

“O que antes demorava mais de um dia para ser feito agora será resolvido em horas. Com isso, a população terá disponível no site a prestação de conta dos municípios de forma mais rápida e transparente”, frisa.

Para o presidente da Assomasul, Jocelito Krug, o sistema representa uma evolução, já que digitalização dos dados das prefeituras vai agilizar os processos e melhorar o armazenamento das informações.

Ele frisa que alguns municípios vão precisar fazer adequações para digitalizar os arquivos, mas espera que até 2013 todos estejam enviando suas contas de forma totalmente eletrônica.

Parajara detalha que a prestação de contas deverá ser feita pelo site do TCE, em uma área especifica. As prefeituras apenas terão de fazer o cadastro e anexar os dados digitalizados.

O TCE ainda não fez um balanço com os resultados do novo sistema, mas a expectativa é de que a informatização reduza pela metade o tempo de tramitação dos processos e diminua os gastos com papéis.

Segundo o TCE, anualmente são julgados uma média de 10 mil processos. A partir do fim do ano que vem será possível fazer um balanço da redução de gastos e tempo na tramitação.

Foram comprados 553 computadores, além de diversos equipamentos necessários para a modernização. Os servidores também passaram por um treinamento para utilização do sistema.

Galeria histórica do TCE. Galeria histórica do TCE.

Novas instalações - Durante o evento de inauguração do novo sistema nesta manhã, o presidente apresentou as novas instalações e melhorias no prédio do TCE.

Os ex-conselheiros Nelson Benedito e Celina Jallad ainda foram homenageados pelo TCE durante a solenidade. O plenário leva o nome de Jallad e a biblioteca recebeu a nomeação de Benedito.

Os 21 conselheiros, 14 procuradores do Ministério Público de Contas e oito auditores que já passaram pelo TCE nos 31 anos de existência também foram eternizados em uma sala de galeria histórica.

Já os servidores foram beneficiados com a reforma e ampliação do setor médico. O Tribunal ainda terá o reforço de uma moderna ambulância equipada para atender os servidores em caso de emergência.

“Já passamos por situações de emergência aqui em que ficamos esperando pelo socorro. Queremos agilizar o atendimento a nossos servidores e garantir a qualidade de vida”, frisa Cícero.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions