A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

05/04/2016 10:34

Após estupro, UFGD e Uems prometem mais segurança em cidade universitária

Universidades “lamentaram profundamente” violência contra estudante e cobram investigação rigorosa por parte da polícia

Helio de Freitas, de Dourados
Estudantes protestaram hoje por mais segurança (Foto: Felipe de Almeida)Estudantes protestaram hoje por mais segurança (Foto: Felipe de Almeida)

Em nota conjunta divulgada nesta terça-feira (5), a Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) e a UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) prometem adotar medidas para melhorar a segurança na “cidade universitária” de Dourados, a 233 km de Campo Grande, onde funcionam os cursos das duas instituições públicas. No início da noite de ontem, uma estudante da Uems foi estuprada por um interno do regime semiaberto, funcionário de uma empresa que presta serviços no campus. O acusado já está preso.

As duas universidades “lamentam e repudiam veementemente” o fato ocorrido na segunda-feira contra a integridade física da estudante e prometem todo o suporte possível à investigação da polícia, como cedência de cópia de gravações do sistema de filmagens e apoio irrestrito ao trabalho da perícia.

“Uems e UFGD não medirão esforços para que o caso seja elucidado, resguardando a integridade da vítima e agindo com firmeza na promoção de uma investigação rigorosa e precisa. Quanto ao atendimento à vítima, as universidades disponibilizaram toda estrutura de acompanhamento psicológico, assistência social, jurídica e de saúde, através do Hospital Universitário”, afirma a nota.

Mais segurança – As universidades também prometem adotar medidas para melhorar a segurança dos alunos que frequentam aulas na cidade universitária – complexo de cursos que fica a 12 km da área central.

“Já está em execução um plano de reestruturação da iluminação, com substituição de todas as lâmpadas, rebaixamento das luminárias e implementação de um plano diretor que prevê reforço na limpeza, manutenção, integração dos espaços e um cuidadoso planejamento de segurança”, afirmam as universidades.

Uems e UFGD também se comprometem a acionar seus núcleos representativos na discussão e atitudes para combate à violência contra as mulheres e todo tipo de violência.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions