ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  24    CAMPO GRANDE 27º

Interior

Após tiroteio com morte, pistoleiros fogem a pé com armas na mão

Três homens estavam na Hilux Sw4 que foi atingida por rajada de tiros; condutor morreu e os outros dois ficaram feridos; motociclista que passava pelo local também foi atingido

Por Helio de Freitas, de Dourados | 24/01/2017 12:11
Ensanguentado, sobrevivente de atentado ao lado de motorista, que morreu (Foto: Direto das Ruas)
Ensanguentado, sobrevivente de atentado ao lado de motorista, que morreu (Foto: Direto das Ruas)

Quatro pistoleiros fizeram o ataque a tiros que deixou um homem morto e três feridos na manhã desta terça-feira (24) em Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande. O atentado ocorreu a menos de dez metros a fronteira seca com Pedro Juan Caballero, Paraguai.

Uma câmera de segurança de uma loja de Ponta Porã gravou os quatro homens correndo na rua em direção ao Paraguai. Pelo menos dois deles estavam com pistolas nas mãos.

Os atiradores estavam em um Ônix vermelho, que fechou a caminhonete Toyota Hilux SW4 no meio da rua. Dezenas de tiros foram disparados na caminhonete. Víctor Hugo Colman, morador em Ponta Porã, que dirigia o utilitário, morreu na hora.

Outros dois homens ainda não identificados estavam no veículo e foram vistos fugindo do local. Um deles estavam todo ensanguentado e antes de deixar o local foi até o motorista para ver se ele respirava.

O Ônix foi abandonado no local do atentado. Sobre o banco do carona foi encontrado um fuzil Sig Sauer calibre 5,56, fabricado na Suíça.

Um motociclista ainda não identificado foi ferido por um dos disparos e está em estado grave. A polícia suspeita que ele tenha sido ferido por uma bala perdida.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário