A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 26 de Junho de 2017

26/11/2013 15:26

Artesãos de 5 cidades se unem para criar linha de peças para Copa do Mundo

Bruno Chaves
Produtos comercializados durante a Copa serão de madeiras e fibras naturais (Foto: Divulgação)Produtos comercializados durante a Copa serão de madeiras e fibras naturais (Foto: Divulgação)

Artesãos de cinco cidades sul-mato-grossenses se mobilizaram para venda de produtos na Copa do Mundo de 2014 e se reúnem, esta semana, em Ribas do Rio Pardo para criarem uma linha de peças artesanais feitas com madeira e fibras naturais. Eles contam com apoio dos designers Lars Diederichsen e Paula Mendonça.

De acordo com a consultora Patrícia Caldas, o Sebrae Nacional abriu espaço nas unidades regionais implantarem o trabalho nas cidades interessadas. Ela conta que profissionais renomados e qualificados de outros estados puderam orientar os artesãos para uma produção comercial graças ao apoio da prefeitura e do Departamento Municipal de Cultura.

Designer do Instituto Meio, em São Paulo (SP), Lars Diederichsen orienta os artesãos a considerarem diversos aspectos importantes em uma produção comercial. Para ele, é necessário manter a característica artística.

Diederichsen destaca que todas as peças – acessórios de moda, bolsas, nécessaires, utilitários para decoração interna de ambientes e outros – devem ter design voltado para o momento internacional que o Brasil viverá com a Copa do Mundo de 2014. “Seja com fibra de taboa ou de bananeira”, comenta.

Segundo a assessoria de comunicação da Prefeitura de Ribas, a oficina ministrada pelos designers é o começo da conquista de grandes mercados. Na próxima semana, virá a fase de aperfeiçoamento e depois a finalização com ficha técnica, marca e apresentação do produto.

“Estamos focados na definição de produtos para geração de renda, produtos para o comércio, com tamanhos e formas que o turista possa levar do Brasil com facilidade. Vi grandes possibilidades neste grupo”, explica Diederichsen.

A cidade de Ribas do Rio Pardo ofereceu melhores condições para a realização da oficina com artesãos dos municípios de Dourados (Indápolis), Itaquiraí, Rio Brilhante e Naviraí e por isso foi escolhida como sede das oficinas.

Enquanto moldava a figura de um tucano em formato de petisqueira, a artesã Zenilda dos Santos Guilherme, moradores de Naviraí, destacou a importância do conhecimento obtido durante a capacitação.

Já Maria Leida, artesã da cidade anfitriã, defendeu que a oficina enriquece o conhecimento ad categoria e contribui para o desenvolvimento de técnicas. “Comecei trabalhando com retalhos, passei a utilizar a fibra da taboa e agora vou juntar tudo isso com a madeira”, comemorou.

Jovem é atingida por tiros após discussão com homem em bar
Mulher de 20 anos ficou gravemente ferida ao ser atingida por dois tiros disparados por um homem que ainda não foi identificado. O crime aconteceu po...
Oficial da polícia reage a roubo no meio da rua e mata assaltante a tiros
Danilo Araújo Montania, 22, morreu ao ser atingido por tiros disparados por um homem que ele tentava roubar. O caso aconteceu na noite de ontem (25),...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions