A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Outubro de 2019

01/10/2019 13:30

Carga apreendida em assentamento é de 1 milhão de maços de cigarros

São 100 mil pacotes de cigarros, cada um com 10 maços. A carga é avaliada em R$ 2,7 milhões

Marta Ferreira
Caixas de cigarro em depósito encontrado em assentamento de Itaquiraí. (Foto: Polícia Federal)Caixas de cigarro em depósito encontrado em assentamento de Itaquiraí. (Foto: Polícia Federal)

Dois imóveis localizados no assentamento rural Sul Bonito, um dos maiores e mais antigos de Mato Grosso do Sul, abrigavam depósitos abarrotados de cigarro contrabandeado do Paraguai. Inicialmente, a informação é de que a carga passava de duas mil caixas de cigarros, mas fechou em 1,8 mil, avaliadas em R$ 2,7 milhões. 

Segundo a PF, são 1 milhões de maços.  A ação, conforme divulgado, ocorreu durante a Operação Horus MS. Uma pessoa, não identificada pela corporação, foi presa.

A área, de mais de 6 mil hectares, fica em Itaquiraí, na região sul do Estado, a 410 quilômetros de Campo Grande, na faixa de fronteira.

O carregamento estava distribuído em um semirreboque e nos dois depósitos. A PF informou que, primeiro, a equipe policial, que realizava diligências pela região, encontrou 100 caixas de cigarros paraguaios contrabandeados, armazenados numa casa localizada no Assentamento Sul Bonito. No local, foi preso em flagrante por contrabando um homem que fazia guardava a carga ilegal em sua propriedade.

Na imagem disponibilizada pela Polícia Federal, é possível ver que um dos dos depósito, em uma casa do assentamento, está lotado de caixas de cigarro. 

Confira a imagem:

 

“Dando continuidade às investigações, os policiais descobriram outro depósito, ainda no mesmo assentamento, onde estavam escondidas cerca de 700 caixas de cigarros paraguaios e um semirreboque carregado com mais cerca de 1.000 caixas do mesmo produto”, anotou a PF.

A carga foi levada para a Receita Federal, enquanto o preso para a Delegacia de Polícia Federal em Naviraí. O cigarro será destruído, depois dos procedimentos investigatórios.

A ação teve participação da PF, do Bope (Batalhão de Operações Especiais) da Polícia Militar, além da Força Nacional de Segurança Pública.

O assentamento Sul Bonito foi criado em 1996 pelo Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária). São 400 famílias no local.

(Matéria editada às 14h08 para corrigir informação que havia sido enviada pela Polícia Federal)

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions