A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 21 de Setembro de 2017

07/08/2017 08:51

Catedral da Candelária é tombada como patrimônio histórico de MS

Ricardo Campos Jr.
Catedral foi inaugurada em 1877 (Foto Diário Corumbaense)Catedral foi inaugurada em 1877 (Foto Diário Corumbaense)

Construída na época do império, a catedral de Nossa Senhora da Candelária em Corumbá, a 419 quilômetros de Campo Grande, foi tombada como patrimônio histórico de Mato Grosso do Sul. A decisão tomada pelo Conselho Estadual de Cultura foi publicada na edição desta segunda-feira (7) do Diário Oficial.

O prédio, que já havia sido tombado pelo município, atualmente passa por restauração e deve receber recursos do PAC Cidades Históricas para que as obras sejam concluídas, devendo ser reaberta para Celebrações Eucarísticas em dezembro.

A pedra fundamental para a construção da igreja foi lançada em 1872 pelo pregador imperial e vigário da vara Frei Mariano de Bagnaia e a obra durou cinco anos, tendo sido inaugurada e dedicada em 1877, época em que o país era governado por Dom Pedro II. O templo é um dos mais antigos do estado.

Segundo o Conselho Estadual de Cultura, no altar existe um brasão da coroa portuguesa, o que indica elementos europeus no bem.

“Cercada de história que, reais ou não, alimentam o imaginário da população, criando vínculos memorialísticos e culturais, a igreja está inserida numa região próxima de outros prédios e monumentos que já tiveram seu valor histórico reconhecido”, afirma a decisão.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions