A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

02/02/2016 10:52

Gratidão e fé completam homenagens à padroeira em dia de celebrações

Liana Feitosa
Festividades começaram às 6h, com alvorada festiva, ocasião em que foi celebrada a primeira missa do dia. (Foto: Anderson Gallo/Diário Corumbaense)Festividades começaram às 6h, com alvorada festiva, ocasião em que foi celebrada a primeira missa do dia. (Foto: Anderson Gallo/Diário Corumbaense)

As celebrações à Nossa Senhora da Candelária, padroeira de Corumbá, cidade a 419 quilômetros de Campo Grande, começaram às 6h nesta terça-feira (2). Para o padre Fábio Vieira, pároco da igreja que leva o nome da santa, a data atrai fieis até mesmo da fronteira.

"As pessoas gostam muito de Nossa Senhora e além de brasileiros, recebemos muitos bolivianos que vêm homenageá-la", disse o padre, que deu mais detalhes sobre as celebrações ao site Diário Corumbaense.

Celebrações - "Tivemos nove dias de pregações em sua honra e a sua data, começou com um dia chuvoso, mas que não afastou os fiéis, ao contrário, estiveram presentes desde a alvorada, mostrando seu amor por Maria", completa.
Após a alvorada festiva iniciada às 6h, ocasião em que foi celebrada a primeira missa do dia, foi promovido o tradicional café da manhã com Nossa Senhora da Candelária às 7h.

Izabel Andrade, de 62 anos, agradece diariamente por um milagre que recebeu em sua vida que, acredita, foi através da santa homenageada. “Tive uma gestação tranquila, porém, na época o acompanhamento médico não era como é hoje, lembro que foi um parto complicado, mas eu recordo de ter visto uma luz e nela Nossa Senhora da Candelária", conta.

Mialgre - "Não me lembro de dor, nem nada, depois, só vi a enfermeira mostrando meu filho que havia nascido e eu nem senti. Meu filho foi tirado com fórceps e graças a Deus e à virgem Maria, ele não teve sequela alguma. Tenho certeza que a luz que iluminou meu parto foi Nossa Senhora da Candelária”, detalha, emocionada, ao Diário Corumbaense.

Além de contar com a gratidão de fieis locais, a igreja também recebe adoradores de outras cidades, que vão a Corumbá celebrar a data, como Lourdinha de Almeida, de 63 anos.

“Moro em Campo Grande há alguns anos, mas sou nascida e criada em Corumbá. Desde que me mudei, faço questão de vir para a cidade celebrar a data da padroeira que me amparou em várias etapas de minha vida", compartilha.

"Acredito que sou um milagre, pois passei por várias situações de intercessão. Contar apenas uma seria desprezar as outras, mas fui aliviada pelas mãos de Maria em diversas situações. Digo a todos que o melhor amparo em nossa vida é a casa de Deus”, afirma a fiel.

Agenda - Além da celebração de missas ao longo do dia, haverá a tradicional quermesse de Nossa Senhora da Candelária durante todo o dia. As festividades serão finalizadas com procissão às 18h30, saindo da capela de São Benedito, na rua Mato Grosso, rumo à igreja Matriz.

O dia em homenagens à padroeira será encerrado com a coroação de Nossa Senhora, na última missa, celebrada pelo bispo diocesano Dom Martinez Álvares.

Polícia carioca pede extradição de traficante preso no Paraguai
A extradição do traficante Marcelo Fernando Pinheiro Veiga, o Marcelo Piloto, preso na cidade de Encarnación, no Paraguai, perto da fronteira com Mat...
Uems recebe inscrições em seleção para cursos de Educação à Distância até dia 22
Seguem abertas até 22 de dezembro as inscrições no processo seletivo de cursos de graduação e pós-graduação, na modalidade EaD (Educação à Distância)...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions